19.1 C
fpolis
quarta-feira, julho 6, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Exposição "Replicância Mundi" resgata intermitências da memória

Exposição "Replicância Mundi" resgata intermitências da memória

spot_imgspot_img

As impressões sobre a memória humana são o tema da mostra “Replicância Mundi”, dos fotógrafos Gill Konell e Marina Borck. A exposição abre no dia 8 de abril, às 19h, no Museu Histórico de Santa Catarina, o Palácio Cruz e Souza.

Serão 24 imagens, 12 de cada um, que discutem o efêmero e transitam entre a figuração e a abstração. Konell é fotógrafo há onze anos, e a dois estuda fotograficamente os epitáfios, inscrições sobre as lápides em cemitérios de colonização alemã. A pesquisa faz parte de um projeto sobre o patrimônio histórico de Santa Catarina. Sem caráter documental, algumas das fotos da exposição saíram desse trabalho.

Marina, estudante do curso de Artes Plásticas da UDESC, constrói a seleção de fotos na memória familiar, captando imagens em uma fábrica de brinquedos infantis de madeira, que está abandonada. A matéria-prima dos dois é a memória, que ganha outros desdobramentos com a acuidade de seu olhar.

“Replicâncias Mundi” tem curadoria de Rosângela Cherem, Néri Pedroso e Kamilla Nunes. O encontro entre as três, a primeira professora, a segunda jornalista e a terceira aluna, ocorreu em estudos realizados dentro da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc).

SERVIÇO

O quê: Exposição “Replicância Mundi”
Quando: Abertura dia 8 de abril, às 19h.
Visitação: de terça a sexta, das 10h às 18h. Sábado e domingo, das 10h às 16h.
Onde: Museu Histórico de Santa Catarina – Palácio Cruz e Souza
Entrada Franca

spot_img

Leia mais