Florianópolis, 16 de julho de 2024

Final de semana com chorinho e Yamandu Costa no Ribeirão da Ilha

spot_img

Sicoob SC/RS ultrapassa 1,5 milhão de cooperados

O Sicoob SC/RS alcançou em junho 1,5 milhão de...

Vai ter Feira do Rock em Palhoça no final de semana

No mês do rock n’ roll o shopping ViaCatarina...

Com mais de 250 empreendimentos, o Square SC apresenta opção inovadora para as férias da criançada

Empresa Wow Park oferece experiência multissensorial num ambiente inspirador Procurando...

Compartilhe

A proposta é de muito chorinho, improvisos e acordes intensos na programação de sábado e domingo do Floripa Instrumental, evento que teve início na quarta com o workshop de Naná Vasconelos e vai até domingo, 3 de maio, com show de encerramento do violonista Yamandu Costa. Para mostrar toda a técnica secular do choro, pois ele existe há mais de 130 anos, Arismar do Espírito Santo, Nailor Azevedo, o Proveta, e outros músicos da Ilha fazem roda de choro na Praia da Freguesia, às 15 horas de sábado.

Considerado a primeira música popular urbana típica do Brasil, o chorinho é alegre e com ritmo agitado. “Brasileirinho” de Zequinha de Abreu e “Carinhoso” de Pixinguinha são um dos choros mais conhecidos e o Trio Madeira Brasil – Ronaldo do Bandolim, José Paulo Becker (violão de seis cordas) e Marcello Gonçalves (violão de sete cordas) – vai trazer esse som caloroso sábado, às 21h, na Praça da Freguesia. Eleito como o melhor show instrumental do ano pelo jornal O Globo, o grupo busca a face multicultural da música instrumental brasileira de maneira única.

No domingo, 3 de maio, violão de seis, sete e oito cordas. O domínio de todos revela a face de um garoto apaixonado pelo que faz. Quem estiver presente às 17h na Freguesia do Ribeirão da Ilha, vai sentir a intensidade musical de Yamandu Costa, que encerra sem enquadramentos musicais o Floripa Instrumental.

O gaúcho cheio de milongas toca choro, bossa e tango misturando todos os estilos e compondo uma forma singular de interpretação. Seguindo os passos do pai, Yamandu começou a estudar violão aos 7 anos de idade. Até os 15 sua principal referência musical foi a música folclórica do sul do Brasil, Argentina e Uruguai. Além do músico, o domingo também vai ter apresentação da banda Lapa do Ribeirão, que fará um show de boa música na Praia da Freguesia, a partir das 15h.

PROGRAMAÇÃO :

02 de maio – Sábado

Show

Roda de choro com Arismar , Proveta e músicos da ilha

Praia da Freguesia do Ribeirão da Ilha – 15h

Show

Trio Madeira Brasil

Praça da Freguesia do Ribeirão da Ilha – 21h

03 de maio – Domingo

Banda Lapa do Ribeirão

Praia da Freguesia do Ribeirão da Ilha – 15h

Show

Yamandu Costa

Praça da Freguesia do Ribeirão da Ilha – 17h

De 30 de abril até 02 de maio (quinta –sexta e sábado)

JAM SESSION, com Cássio Moura, Mauro Borguesan e Arnou de Melo Centro Social – Praça da Freguesia do Ribeirão da Ilha – 23h