15.8 C
fpolis
domingo, julho 3, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Florianópolis apóia campanha nacional de acessibilidade

Florianópolis apóia campanha nacional de acessibilidade

spot_imgspot_img

Florianópolis vai participar da campanha nacional de acessibilidade, promovida pelo Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade). O prefeito em exercício, Rubens Carlos Bita Pereira, assinou o termo de adesão ao movimento, nesta quinta-feira (06/11), durante a abertura da II REACESS – Feira Nacional de Acessibilidade Inclusão e Reabilitação, que acontece até sábado, no Centrosul.

Além do prefeito de Florianópolis em exercício também assinaram o documento de apoio à campanha o jogador Falcão e a presidente do Instituto Guga Kuerten, Alice Kuerten. “Todas as obras feitas nessa gestão têm preocupação com a acessibilidade. Vamos continuar realizando esse trabalho com sensibilidade para garantir esse direito que é de todos”, disse o Bita Pereira, na abertura do evento.

Dados do Conade apontam que no Brasil há 24,5 milhões de pessoas – 14,5% da população – com deficiência. Além delas, há um grande contingente populacional formado por idosos, crianças e gestantes que também enfrentam barreiras em relação à mobilidade. “Quando falamos em acessibilidade não é apenas pensando no cadeirante. É para todas as pessoas”, explica a vice-presidente do Conade, Denise Granja.

A campanha do Conade pretende sensibilizar e mobilizar a sociedade em relação ao respeito às diferenças e direitos fundamentais. O movimento busca a construção de políticas públicas que garantam o acesso não apenas aos espaços físicos públicos e privados, mas também à comunicação, transporte, moradia, educação e outros direitos fundamentais dos cidadãos.

De acordo com o presidente do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (Ipuf), Ildo Rosa, a adesão do município à campanha apenas reafirma um compromisso que na prática já está sendo cumprido. Cita o exemplo da implantação de vagas de estacionamentos para deficientes, transporte coletivo adaptado, ciclovias, calçadas com piso especial e rebaixamento, entre outras medidas que estão sendo discutidas dentro do plano diretor e junto com o movimento Floripa Acessível. “Estamos trabalhando também no programa rota acessível que abrange desde a Praça XV ao Mercado Público, com sinalização especial e semáforos com sinal sonoro”, explica.

A II REACESS, promovida pelo Grupo CIPA em parceria com a Revista Reação, reúne novidades em produtos e serviços destinados a portadores de deficiência física, mental, visual, auditiva e múltiplas. A feira é considerada um braço da REATECH – Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade, que é o terceiro maior evento do gênero no mundo, movimentando R$ 1,5 milhão em negócios.

spot_img