26.2 C
fpolis
segunda-feira, janeiro 24, 2022
cinesytem

Florianópolis realiza Conferência Municipal de Cultura

Florianópolis realiza Conferência Municipal de Cultura

spot_img

A 2ª Conferência Municipal de Cultura acontece neste final de semana com o objetivo de elaborar propostas de políticas públicas para valorização, fortalecimento e democratização da cultura em âmbito municipal, estadual e federal. Durante dois dias, o encontro vai reunir agentes do poder público e da sociedade civil para discussões à luz do tema geral “Cultura, Diversidade, Cidadania e Desenvolvimento”. A abertura do evento será nesta sexta-feira (2/10), às 19h, no Teatro Álvaro de Carvalho, com palestra do historiador e especialista em gestão cultural, Oswaldo Ferreira Almeida Júnior (SESC/SP).

No sábado (3/10), das 8h às 20h, no Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), acontecem as palestras, reuniões de grupos e a plenária. Cinco eixos temáticos vão nortear os debates, conforme diretrizes sugeridas pelo Ministério da Cultura: Produção Simbólica e Diversidade Cultural; Cultura, Cidade e Cidadania; Cultura e Desenvolvimento Sustentável; Gestão e Institucionalidade da Cultura; e Cultura e Economia Criativa. O credenciamento dos participantes transcorrerá no local, até as 13h.

Além de definir propostas para a cultura, os participantes da conferência municipal vão escolher até 25 delegados para representar Florianópolis na etapa estadual, marcada para o dia 25 de novembro. Também serão eleitos no evento local os 15 membros da sociedade civil para compor o Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC), conforme estabelece o substitutivo global ao projeto de lei 13.063/2008, aprovado pela Câmara de Vereadores e sancionado pelo prefeito Dário Berger esta semana.

Resultado de um acordo entre a Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes (FCFFC), legislativo municipal e Fórum Cultural de Florianópolis, a matéria alterou os dispositivos da Lei 2.639, de 1987, que criou o Conselho Municipal de Cultura, que nunca foi constituído nesses 22 anos. Pela nova Lei, o CMPC será um órgão deliberativo, consultivo e normativo de assessoramento ao poder executivo, com 30 membros – metade dos integrantes, representando a sociedade civil, será eleita na Conferência Municipal de Cultura. Os demais serão designados pelo executivo municipal.


Programação

Sexta-feira (2 de outubro) – Teatro Álvaro de Carvalho

19h

– Abertura da 2ª Conferência Municipal de Cultura

– Apresentação do projeto Orquestra-Escola e cantora Cláudia Barbosa

19h30

– Palestra de abertura com Oswaldo Ferreira Almeida Júnior

“Cultura, diversidade, cidadania e desenvolvimento”

Historiador, especialista em gestão cultural e atual gerente do Serviço Social do Comércio de São José dos Campos (SP), foi gestor adjunto do Sesc Pompéia, de São Paulo – um dos mais importantes centros culturais do Brasil. Desenvolveu projetos como “Disco de Ouro” (prêmio APCA de Melhor Projeto Musical), além de integrar a Gerência de Ação Cultural/Administração Central do Sesc (2000-2004) e a Direção de Cultura da Fundação Cultural Cassiano Ricardo de São José dos Campos (1997-98).

Sábado (3 de outubro) – Centro de Cultura e Eventos da UFSC

Mesas-Redondas

1ª – Produção simbólica e diversidade cultural

Linhas gerais: 1) Produção de arte e bens simbólicos, 2) convenção da diversidade e diálogos interculturais, 3) cultura, educação e criatividade, 4) cultura, comunicação e democracia.

9h

– Vânio César Siemann

Assessor pedagógico da Secretaria Municipal de Educação; integra a Comissão de Igualdade Racial.

9h20

– Henrique Pereira Oliveira

Coordenador do Laboratório de Pesquisa em Imagem e Som (LAPIS) do Departamento de História/UFSC.

2ª – Cultura, cidade e cidadania

Linhas gerais: 1) Cidade como fenômeno cultural, 2) memória e transformação social, 3) acesso, acessibilidade e direitos culturais.

9h40

– César Floriano

Arquiteto e integrante da Comissão Municipal de Arte Pública do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF).

10h

– Tânia Piacentini

Coordenadora da Sociedade Amantes da Leitura/Biblioteca Barca dos Livros.

3ª – Cultura e desenvolvimento sustentável

Linhas gerais: 1) Centralidade e transversalidade da cultura, 2) patrimônio cultural, meio ambiente e turismo, 3) cultura, território e desenvolvimento local.

10h20

– Maria Tereza Collares

Gestora do núcleo de projetos da Fundação Catarinense de Cultura (FCC)

10h40

– Ivone Perassa e Nadir Azibeiro

Integrantes da rede de projetos do Centro Cultural Escrava Anastácia (CCEA).

11h

– Intervalo

4ª- Cultura e economia criativa

Linhas gerais: 1) Financiamento da cultura, 2) sustentabilidade das cadeias produtivas da cultura, 3) geração de trabalho e renda

11h20

– Paolo Conti

Diretor de animação da produtora Animaking/Filme “Minhocas”

11h40

– Neide Köhler Schulte

Coordenadora do programa de extensão “EcoModa” da UDESC

5ª – Gestão e institucionalidade da cultura

Linhas gerais: 1) Sistemas nacional, estaduais e municipais de cultura, 2) planos nacional, estadual, municipal, regional e setoriais de cultura, 3) sistema de informações e indicadores culturais

12h

– Silvestre Ferreira

Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (SIMDEC) / Fundação Cultural de Joinville

12h20

– Valdemar Klamt

Técnico gestor do programa de cultura Serviço Social do Comércio/SC

12h40

– Almoço

14h

– Grupos de Trabalho

Apresentação de propostas, discussão e redação de propostas para as esferas municipal, estadual e nacional, com validação dos documentos finais das Pré-Conferências setoriais

18h

– Plenária

Aprovação do documento final da 2ª. Conferência Municipal de Cultura

Escolha dos delegados para a Conferência Estadual de Cultura

Escolha dos membros da sociedade civil no Conselho Municipal de Política Cultural.


Informações sobre a 2ª Conferência Municipal de Cultura

http://conferenciamunicipaldecultura.blogspot.com/

spot_img
spot_img