Florianópolis, 18 de julho de 2024

Florianópolis será a casa do maior evento de empreendedorismo universitário do mundo em 2024

spot_img

Compartilhe

Em parceria inédita com Brasil Júnior, UDESC é a primeira instituição de ensino do país a apoiar 31ª edição do Encontro Nacional de Empresas Juniores, que deve reunir 4 mil jovens; universidades de SC estão entre as 10 mais empreendedoras do Brasil

Florianópolis vai sediar a 31ª edição do Encontro Nacional de Empresas Juniores (ENEJ) em 2024. O maior evento de empreendedorismo universitário, organizado pela Brasil Júnior (Confederação Brasileira de Empresas Juniores), deve reunir cerca de quatro mil jovens de todo o país no 2º semestre. O evento vai contar com diversas ações e palestras para fomentar a troca de conhecimento das futuras lideranças brasileiras.

“Fortalecer a cultura empreendedora é fundamental para o desenvolvimento econômico do Brasil. E a nossa missão é formar, por meio da vivência empresarial, lideranças que vão transformar o nosso país nos próximos anos”, disse Pedro Casé, atual Presidente Executivo da Brasil Júnior.

A Brasil Júnior também firmou uma parceria inédita com a UDESC (Universidade do Estado de Santa Catarina), por meio da ESAG (Escola Superior de Administração e Gerência), que contará com um espaço dedicado às apresentações de renomados palestrantes catarinenses. É a primeira instituição de ensino do Brasil que vai apoiar o encontro nacional.

“Como estudante da ESAG, fico extremamente feliz em ver minha instituição apoiando um evento que une juventude, empreendedorismo e inovação. A Ilha do Silício em Florianópolis terá o privilégio de receber, pela terceira vez, o maior encontro de empreendedorismo jovem do mundo”, ressaltou Victória Zaboti, Coordenadora Geral do ENEJ 24.

A UDESC, reconhecida pelo alto investimento no empreendedorismo, destaca-se com as empresas juniores Inventório e Esag Júnior Consultoria, que juntas movimentam quase R$ 2 milhões, representando 30% do faturamento total das empresas juniores em Santa Catarina. Na Ilha do Silício, em Florianópolis, a federação responsável por representar e desenvolver o Movimento Empresa Júnior é a FEJESC (Federação das Empresas Juniores de Santa Catarina). Com 82 empresas juniores e quatro núcleos responsáveis pelo desenvolvimento regional, já injetou R$ 7 milhões na economia catarinense somente este ano.

A 30ª edição do ENEJ, realizada no Rio de Janeiro em setembro, reuniu cerca de quatro mil jovens e movimentou mais de R$ 11,4 milhões na economia local. O evento reconheceu 800 empresas juniores com desempenho acima da média, totalizando R$ 63,7 milhões de faturamento em 2023.

Universidades mais empreendedoras do Brasil

O Ranking de Universidades Empreendedoras (RUE) de 2023, divulgado pela Brasil Júnior, apontou que a Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC) e a Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ) estão entre as 10 mais empreendedoras do Brasil, ocupando a 8ª e 9ª posição, respectivamente. O estudo, que avaliou mais de 100 instituições de ensino superior em todo o país, contou com a participação de mais de 34 mil estudantes.

Veja a posição das universidades catarinenses no ranking:

8ª. UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE (UNESC) – NOTA: 56,58

9ª. UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ (UNOCHAPECÓ) – NOTA: 56,04

22ª. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA (UFSC) – NOTA: 50,54

44ª. FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA (UDESC) – NOTA: 45,16

66ª. UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS) – NOTA: 40,38

A Brasil Júnior também lançou um estudo inédito, o Índice de Institutos Federais Empreendedores (IIFE), em parceria com o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (CONIF) – que observa as práticas empreendedoras nos institutos federais. O Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) obteve a melhor análise de empreendedorismo do estado, com a nota 47,39. Já o Instituto Federal Catarinense (IF Catarinense) atingiu 39,62.

Sobre a Brasil Júnior

A Brasil Júnior (Confederação Brasileira de Empresas Juniores) é uma organização sem fins lucrativos cuja principal missão é representar e potencializar o Movimento Empresa Júnior (MEJ) como agente de formação de lideranças comprometidas e capazes de transformar o país em um Brasil Empreendedor. Em 2022, o MEJ foi responsável pela formação empreendedora de cerca de 28 mil jovens espalhados pelo país e pelo faturamento de mais de R$ 87 milhões, dinheiro que é 100% investido na formação dos membros.

Sobre o ENEJ

O ENEJ é um evento anual com o objetivo de difundir e reforçar a importância da cultura empreendedora no Brasil, reunindo jovens universitários para reconhecer os avanços e resultados já atingidos pelas empresas juniores, assim como capacitar e debater soluções inovadoras para o restante do ano.

Legenda-foto: Victória Zaboti, Coordenadora Geral do ENEJ 24, e Marcus Tomasi, Diretor Geral da

ESAG/UDESC.