14.6 C
fpolis
sexta-feira, setembro 17, 2021
cinesytem

Floripa Instrumental começa nesta sexta-feira no Ribeirão da Ilha

spot_img

Floripa Instrumental começa nesta sexta-feira no Ribeirão da Ilha

Começa nesta sexta-feira, 4, o festival de música Floripa Instrumental. O evento, totalmente gratuito, ocorre no Ribeirão da Ilha e vai até domingo, 6.

Nessa edição o destaque fica com Hamilton de Holanda e seu bandolim de 10 cordas, considerado o melhor solista da música brasileira por dois anos consecutivos 2011/2012. Entre os outros nomes da nova e velha geração que vão ocupar os palcos da Freguesia do Ribeirão estão Arismar do Espírito Santo, Mazin Silva, Alegre Correa, Os Skrotes, Choro a Quatro, Percusax e a centenária Banda da Lapa do Ribeirão da Ilha, que vai fazer as honras da casa.

A abertura, sexta-feira às 21h, na Praça da Freguesia fica por conta do show Guitarra Brasileira, com Arismar do Espírito Santo, Mazin Silva, Alegre Correa e Leandro Fortes. O quarteto promete explorar a sonoridade da música brasileira no canto de suas guitarras, cada um em seu estilo.

No sábado, o som começa mais cedo, às 16 horas, com uma roda de choro na praia. Às 21 horas é a vez do palco principal receber o Jimmy Hendrix do bandolim, Hamilton de Holanda. O show solo será composto por músicas de seu disco homenageando Pixinguinha e mais um repertório variado, passando por várias fases da brilhante carreira do mestre do bandolim, que introduz diversos sotaques ao som brasileiríssimo.

Na mesma noite, às 23 horas, é a vez da ousadia da banda de Florianópolis, Skrotes. Conhecida por transitar em todos os estilos – como costurar música clássica ao jazz e temperar com rock pesado, reggae, brasilidades, latinidades e psicodelia – a banda vai apresentar músicas de seu novo álbum Nessum Dorma, entre outras sonoridades.

No domingo, último dia do Floripa Instrumental a música inicia ainda mais cedo, às 15 horas, quando o PercuSax Quinteto, banda de rua de Itajaí, mostra seu repertório recheado de brasilidades. Às 16 horas é a vez da Banda da Lapa revelar que não basta ser dono da casa, tem que participar e fazer bonito. E para encerrar, às 17 horas, outra prata da casa: Choro a Quatro, formado pelo violonista, compositor e produtor musical, Luiz Sebastião (violão sete cordas), Fábio Mello (flauta e saxofone), Fábio Carlesso (guitarra semi-acústica) e Daniel Moura (percuteria, uma mistura de bateria e percussão). A marca do quarteto é a inovação ao unir a estrutura do choro tradicional à sofisticação harmônica da bossa nova.
 

spot_img
spot_img

Leia mais

spot_img