20.4 C
fpolis
quarta-feira, julho 6, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Formação para professores na Capital

Formação para professores na Capital

spot_imgspot_img

No próximo dia 17 de abril será realizada em Florianópolis uma palestra de grande importância no meio acadêmico, com o professor e pesquisador Bernard Charlot com o tema O Professor na Sociedade Contemporânea – Desafios e Contradições.

O evento será a partir das 10 horas no Auditório Henrique Fontes no bloco B do Centro de Comunicação e Expressão, na Universidade Federal de Santa Catarina e a entrada é gratuita.

O professor e pesquisador Bernard Charlot dedica-se ao estudo das relações com o saber, principalmente a relação dos alunos de classes populares com o saber escolar. Sua experiência na área de Educação, com ênfase em Fundamentos da Educação, vincula suas pesquisas e assessorias, principalmente aos temas da educação, do ensino, políticas educativas, escola e relação com o saber.

Graduado em Filosofia e Doutor em Educação pela Universidade de Paris X (Doctorat d’État), Professor emérito em Ciências da Educação da Universidade de Paris 8, onde foi Professor Catedrático e fundador de uma equipe de pesquisa com foco na educação, Socialização e Comunidades Locais (ESCOL), é um dos militantes pela democratização da educação. Foi Presidente da Associação Francesa dos Professores e Pesquisadores em Educação (AECSE – 1990-1996) e membro do Comitê Internacional do Fórum Mundial da Educação de Porto Alegre, do qual é um dos fundadores.

Atualmente é professor visitante no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe, em Aracaju , e também, consultor da UNESCO-Brasil.

Em sua trajetória escreveu e organizou vários livros, publicou muitos artigos e capítulos dedicados a socializar suas reflexões sobre a escolarização em suas distintas dimensões. Suas obras foram traduzidas no Brasil, na Espanha, na Grécia, na Itália e no Uruguai. Das obras mais recentes, destaque para o livro Da relação com o saber: elementos para uma teoria, pela ARTMED/RS/BR.

São seus os argumentos que seguem, ao pensar radicalmente o conteúdo da vida escolar e seu sentido para os estudantes crianças e jovens. “A escola desconhece ou se recusa a levar em conta as especificidades culturais dos alunos. Essa situação é anterior à globalização, que não é a culpada por tudo o que não vai bem em nossa sociedade ou em nossa escolas. Culturalmente, a escola é o mundo do homem branco, macho (embora a maioria dos professores seja de mulheres), de classe média.”

“É preciso ter cuidado ao relacionar a educação à comunidade, para não adaptar demais o jovem a uma situação de opressão, de sobrevida. Para que o jovem desenvolva uma cultura de resistência, de luta, de mudança, é preciso que a escola lhe permita compreender que a vida é diferente em outras classes sociais e em outros lugares, que já foi diferente no passado e que pode ser diferente amanhã,” conclui.

Sobre a palestra

A palestra com o professor Bernard Charlot será realizada no próximo dia 17 de abril, sexta-feira, a partir das 10 horas no Auditório Henrique Fontes no bloco B do Centro de Comunicação e Expressão, na Universidade Federal de Santa Catarina. A entrada é gratuita.

spot_img

Leia mais