16.2 C
fpolis
quarta-feira, junho 29, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Fórum de Geração Distribuída de Energia Renovável será realizado em Florianópolis

Fórum de Geração Distribuída de Energia Renovável será realizado em Florianópolis

spot_imgspot_img

Juntos, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná somam mais de 2 MW de energia limpa por meio da micro e mini geração de energia

O potencial da Região Sul para a produção de geração distribuída no Brasil vem se mostrando bastante significativa nos últimos meses. De acordo com dados da ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica, os estados como Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná estão focados nesse tipo de produção e permanecem hoje entre as seis melhores posições no ranking estadual de GD do país, gerando juntos mais de 2 MW de energia.

O estado gaúcho, segundo os dados, é o mais engajado e se encontra hoje na terceira posição, com 11,7% da potência instalada. Já Santa Catarina aparece em quinto lugar, com 5%  e Paraná vem logo em seguida em sexto lugar, com também 5% da potência instalada.

De acordo com Flávio Wacholski, diretor do CREA – SC, a região conta com grande potencial para este tipo de energia e hoje é a segunda região com maior GD instalada do país, ficando apenas atrás da região sudeste.  Para ele o desenvolvimento da região para este tipo de energia é bastante satisfatório.

“A Região Sul hoje é a segunda com maior GD instalada, e isso sobressaltou aos olhos, pois se comparada à  Região Sudeste e aos outros estados, ela acaba sendo campeã. E nós estamos à frente do centro-oeste, o que nos chama  a atenção dessa virada que tivemos aí no último ano”, comenta ele.

Wacholski também destaca que hoje dentro dos estados da região Sul, o Rio Grande do Sul é o mais focado neste tipo de produção. O resultado da produção vem de um trabalho intenso na GD nos últimos anos.

“Assim como Minas Gerais, a gente vê que o Rio Grande do Sul tem atuação de parlamentares e de outros envolvidos. Não só os que estão ali no dia a dia da GD, mas pensando na geração distribuída para a sociedade”, afirma o especialista.

A fonte solar também é a mais predominante no Brasil para a geração da GD. Contudo Wacholski ressalta que a Região Sul tem um grande potencial de plantas de PCGH’s, ou seja, pequenas centrais hidrelétricas, nas quais diversas empresas estão trabalhando em micro turbinas, a microgeração de até 75 kw, em quedas pequenas e com baixo impacto ambiental.

Fórum GD – Região Sul acontece em junho

Diante desse cenário de crescimento, é que acontecerá mais uma edição do Fórum GD – Região Sul. O evento, que é focado na produção da micro e mini geração de energia por meio de fontes renováveis, já tem data confirmada para acontecer na região Sul.

De acordo com o Grupo FRG Mídias & Eventos, empresa organizadora do evento, o mesmo acontecerá em Florianópolis, nos dias 21,22 e 23 de junho. A edição será a 14ª do evento e será realizada no Hotel Majestic Palace Hotel.

“A gente tem a expectativa de fazer o melhor fórum de todos os tempos na cidade de Florianópolis, com foco nas demandas da geração distribuída elétrica da região sul. Debatendo essas peculiaridades, respeitando suas aptidões, como por exemplo o agronegócio, cooperativa. Todo o potencial econômico que pode ser abordado” destaca Tiago Fraga, CEO do Grupo FRG Mídias & Eventos.

As inscrições podem acontecer através do site do fórum: www.forumgdsul.com.br

editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img