15.2 C
fpolis
segunda-feira, outubro 18, 2021
cinesytem

Ipuf apresenta projeto de revitalização para a região cenral de Florianópolis

spot_img

Ipuf apresenta projeto de revitalização para a região cenral de Florianópolis

spot_img

Técnicos do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (Ipuf) apresentaram nesta segunda-feira, 29, ao prefeito Cesar Souza Jr. o projeto preliminar de revitalização da região leste da praça XV de Novembro. Os estudos envolvem o embutimento da fiação elétrica e a melhoria da pavimentação e do mobiliário urbano do Centro Histórico da cidade. As informações são da Secretaria de Comunicação do Executivo Municipal.

A implantação de rede subterrânea de energia elétrica, cujo convênio entre a Prefeitura e a Celesc Distribuição já foi autorizado pelo governador Raimundo Colombo, abrange as ruas Antônio Luz, Tiradentes, João Pinto, Victor Meirelles, Fernando Machado, Saldanha Marinho, Nunes Machado e Travessa Ratcliff, num total de 1.670 metros.
As obras foram orçadas em R$ 8.754.817,17, sendo que os recursos serão provenientes do governo do Estado. A Celesc será a empresa responsável por executar os serviços de infraestrutura, tais como cabeamento e tubulação.

Já a melhoria da pavimentação do Centro Histórico implica na instalação de canaletas de drenagem e piso tátil, e na implantação de vias preferenciais para veículos, pedestres, ciclofaixas e calçadões. Enquanto as benfeitorias no mobiliário urbano correspondem à troca de sinalizações e luminárias.

Projeto técnico

A Secretaria de Obras, por sua vez, está finalizando o projeto técnico complementar ao projeto urbanístico do Ipuf.

Da reunião de apresentação do projeto preliminar de revitalização, ocorrido no gabinete do prefeito, além de Cesar Junior e de Dalmo, participaram o superintendente do IPUF, Dácio Medeiros, e representantes da Celesc, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Florianópolis e da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF).

Casa de Câmara e Cadeia

Vale lembrar que no último dia 18 o prefeito assinou a ordem de serviço para início da restauração integral do prédio da antiga Casa de Câmara e Cadeia de Florianópolis, além da construção de uma unidade de extensão e apoio. Tratam-se de obras de adequação da edificação datada de 1771, com vistas à implantação do Museu de História da Cidade.

O prédio da antiga Casa de Câmara e Cadeia, tombado pelo patrimônio histórico municipal, tem área total construída de 865,90 metros quadrados e é uma das três obras mais antigas e significativas da cidade.

Para a Prefeitura, a conclusão do restauro deste monumento histórico e a sua revitalização funcional, com a implantação do Museu de História da Cidade e sua ambientação no contexto do centro histórico de Florianópolis, favorecerá a dinâmica sociocultural e econômica da área central. Além disso, proporcionará a valorização e o fortalecimento da identidade histórica cultural da cidade.

spot_img
spot_img