18.5 C
fpolis
sábado, setembro 25, 2021
cinesytem

Jardim Botânico de São José recebe coleção de cactos como medida de compensação ambiental

spot_img

Jardim Botânico de São José recebe coleção de cactos como medida de compensação ambiental

spot_img

O Jardim Botânico de São José recebeu uma coleção de Cactos como medida de compensação ambiental devido a cortes de vegetação do município. Aproximadamente 100 mudas de suculentas estão ocupando a estufa e, em breve, ganharão um espaço coberto e cercado, para que os visitantes possam prestigiar a coleção.

Há dois meses na estufa do Jardim, as três famílias botânicas Cactaceae, Apocynaceae e Euphorbiaceae são regadas a cada 30 dias e recebem fertilizantes a cada três meses. A coleção conta com espécies do Peru, Austrália e de diversos lugares do Brasil.

Para melhor abrigá-las, foi construído um viveiro coberto para proteger da chuva e dos ventos, com grades nas laterais para facilitar o acesso dos insetos e morcegos, principais polinizadores, que visitam as flores e carregam o pólen de uma para outra para fazer o cruzamento e assim surgirem frutos e sementes. No entorno, serão plantadas outras mudas suculentas e meio a pedras, que ajudarão a formar o paisagismo e deixar o local ainda mais bonito.

O impacto ambiental foi cometido por uma empresa de construção civil e como medida de compensação ambiental, o empresário teve que investir cerca de R$ 10 mil em mudas. A coleção adquirida pertencia ao colecionador e produtor Paulo Roberto Winckler, de São Francisco do Sul, que estará presente na exposição de inauguração, assim que o espaço for concluído.

O diretor do Jardim Botânico de São José, Sérgio Stahelin, ressalta que os jardins são feitos de coleções vivas ou mortas. “É muito importante termos aqui em São José coleções como essa, ainda mais se tratando de Cactos e espécies raras de três famílias botânicas diferentes”, explica Sérgio Stahelin.

O diretor do Jardim destaca ainda que a coleção irá atrair mais pessoas para visitação. “As mudas suculentas servirão para educação ambiental; com os Cactos a gente consegue mostrar a necessidade de transformação e adaptação das plantas”, complementa Sérgio Stahelin.

Inaugurado em agosto de 2015, no bairro Potecas, o Jardim Botânico conta com 160 mil metros quadrados de mata atlântica preservada e é o primeiro Jardim Botânico de Santa Catarina. O espaço está aberto para visitação das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira. 
 
As informações são da Assessoria de Imprensa de São José. 

spot_img
spot_img

Leia mais