21.9 C
fpolis
sábado, março 2, 2024

Maresia Surf International acontece na Praia Mole de Florianópolis

spot_img

Maresia Surf International acontece na Praia Mole de Florianópolis

spot_imgspot_img

Etapa seis estrelas do WQS será disputada entre 7 e 12 de julho, na capital catarinense.

O Maresia Surf International abre a série de duas etapas seguidas do WQS “6 estrelas” no Brasil no início de julho Depois de dois anos na Praia Brava de Itajaí, a Maresia volta para a Praia Mole de Florianópolis em 2009, curiosamente, depois de nove anos e para completar a nona etapa da marca no WQS, nos dias 07 a 14 de julho.

A verdadeira “conta dos 9” foi inaugurada onde nasceu a Maresia, no Ceará. O primeiro campeão, em 1997, na Praia do Icaraí, em Caucaia, cidade vizinha a Fortaleza, foi o baiano Armando Daltro. No ano seguinte, antes de repetir o Maresia Surf Festival, desta vez na Praia do Futuro, na capital cearense, estreou o Maresia Surf Floripa, na Praia Mole, vencida pelo australiano Jake Paterson. No Ceará, deu Bahia de novo, com Crhistiano Spirro levantando o caneco em Fortaleza.

Em 1999, a Maresia voltou a realizar as mesmas duas etapas do WQS e o catarinense Neco Padaratz ganhou em Floripa e também no Ceará. Ele será uma das muitas atrações na Praia Mole agora em 2009. No ano 2000, seu irmão, Teco Padaratz, representou a família na final, mas o título ficou com o australiano Trent Munro.

Foi o último campeonato da série Maresia Surf Floripa na Praia Mole. A marca continuou investindo no esporte, patrocinando uma forte equipe de competição – hoje capitaneada pelo atual campeão brasileiro Gustavo Fernandes -, todas as provas do circuito das categorias de base do esporte da Confederação Brasileira de Surf (CBS), além dos circuitos profissionais de São Paulo e do Ceará, além de etapas do Circuito Nordestino.

“A Maresia está totalmente ligada ao surfe e o Maresia Surf International é mais um exemplo disso. É o principal evento do ano da Maresia e tem fundamental importância para fomentarmos ainda mais o surfe brasileiro, além de contribuir para a divulgação da marca a internacionalmente”, ressalta Adriano Costa Lima, diretor-presidente da Maresia. “O evento ajudou bastante para hoje exportamos para Portugal, Espanha, Itália, Inglaterra e outros países da Europa”.

A volta da marca ao calendário mundial do WQS se deu em 2007, no Maresia Surf International, em Santa Catarina. Mas em um lugar que nunca tinha sediado um evento internacional, a Praia Brava de Itajaí. O primeiro campeonato foi um sucesso, com o título emocionante de Adriano de Souza, hoje número 5 do mundo. No ano passado, o paraibano Jano Belo comemorou sua primeira vitória no WQS na despedida de Itajaí.

“Estamos na terceira edição desta nova série do campeonato em Santa Catarina e a expectativa para esse ano é que seja um dos eventos mais concorridos, já que figuram na lista de inscritos nomes de peso da elite mundial. Vai ser de alto nível técnico certamente e Florianópolis também contribui por ser uma das principais capitais do esporte”, destaca Adriano.

Agora é a vez da Praia Mole voltar a receber os principais concorrentes das 15 vagas do WQS, os candidatos a futuros astros do ASP Dream Tour, que disputarão 2.500 pontos no ranking da divisão de acesso do Circuito Mundial.

CAMPEÕES DO WQS DA MARESIA
2008: Jano Belo (PB) – Maresia Surf International, na Praia Brava de Itajaí (SC)
2007: Adriano de Souza (SP) – Maresia Surf International, na Praia Brava de Itajaí (SC)
2000: Trent Munro (AUS) – Maresia Surf Floripa, na Praia Mole de Florianópolis (SC)
1999: Neco Padaratz (SC) – Maresia Surf Floripa, na Praia Mole de Florianópolis (SC)
1999: Neco Padaratz (SC) – Maresia Sprite Surf Ceará, na Praia do Futuro, Fortaleza (CE)
1998: Jake Paterson (AUS) – Maresia Surf Floripa, na Praia Mole de Florianópolis (SC)
1998: Crhistiano Spirro (BA) – Maresia Surf Festival na Praia do Futuro, Fortaleza (CE)
1997: Armando Daltro (BA) – Maresia Surf Festival, na Praia de Icaraí, em Caucaia (CE)

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Leia mais