24.6 C
fpolis
quarta-feira, janeiro 19, 2022
cinesytem

McDia Feliz 2009 tem maior arrecadação da história

McDia Feliz 2009 tem maior arrecadação da história

spot_img

Valor recorde de R$ 11,7 milhões será revertido para 74 projetos de tratamento do câncer infanto-juvenil de 57 instituições. Em Florianópolis, a Associação dos Voluntários da Saúde do Hospital Infantil Joana de Gusmão receberá R$ 352.460,79, que serão aplicados na Casa de Apoio

A arrecadação obtida na 21ª edição do McDia Feliz, realizada em 29 de agosto, foi a maior desde que a campanha começou a ser realizada no Brasil, em 1988. Foram arrecadados R$ 11.661.422,24, que serão revertidos para 74 projetos de tratamento do câncer infanto-juvenil desenvolvidos por 57 instituições.

O anúncio foi feito pelo Instituto Ronald McDonald, que coordena a campanha, na abertura do 16º Congresso Nacional de Voluntários e Instituições de Apoio à Criança e ao Adolescente com Câncer (CONVOCC).

“Essa conquista é fruto da contribuição dos mais de 1 milhão de clientes que fizeram questão de comprar seus Big Mac naquele dia especial e do trabalho de mais de 65 mil pessoas, entre voluntários das instituições e funcionários, fornecedores e franqueados de todos os restaurantes da rede McDonald’s. Nosso maior motivo de orgulho é saber que ajudamos a viabilizar pesquisas, tratamentos e equipamentos para tratar e salvar tantas vidas”, afirma Francisco Neves, superintendente do Instituto Ronald McDonald.

A verba começa a ser repassada a partir agora para as instituições, de acordo com o valor de cada projeto aprovado pelo Conselho Científico do Instituto Ronald McDonald, formado por 13 dos mais renomados oncologistas e dirigentes de instituições de combate à doença no país.

Até o próximo McDia Feliz, serão acompanhadas a aplicação dos recursos doados e a execução dos projetos beneficiados. Só podem se candidatar a doações das próximas edições do McDia Feliz as instituições que comprovem eficácia nos dois quesitos.

“O total do valor doado e o efetivo acompanhamento de sua aplicação contribui para que o cenário de diagnóstico, tratamento e acompanhamento dos pacientes com câncer infanto-juvenil continue evoluindo de forma positiva, como vem ocorrendo nas últimas décadas”, afirma Renato Melaragno, presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (Sobope).

Doação local

Foram arrecadados R$ 352.460,79, que serão empregados na construção da nova Casa de Apoio do Hospital Infantil Joana de Gusmão, o único local gratuito disponível para a acomodação de pacientes e familiares carentes de fora da Grande Florianópolis que não estejam internados, mas ainda em tratamento contra o câncer no hospital.

O terreno onde será construída a Casa tem 2.615 m² foi cedido pelo Governo do Estado de Santa Catarina em comodato para a Associação dos Voluntários do Hospital Infantil Joana de Gusmão (AVOS), entidade responsável pela Casa.

Com a nova Casa de Apoio, será dobrada a capacidade de atendimentos, de 30 para 60 pessoas/dia. Além de dormitórios equipados, banheiros, cozinha, o empreendimento contará com brinquedoteca, biblioteca, auditório, oficina de marcenaria, sala de convívio, lavanderia e refeitórios.

“A Casa de Apoio será um sonho concretizado e dessa forma poderemos ajudar um número maior de pessoas duplamente: primeiro por estarmos dobrando a capacidade de atendimento e também porque muitas vezes pacientes em estado não grave, que precisam de acompanhamento, mas não da internação, são encaminhados para Casa para serem tratados”, declara Maria Gertrudes da Luz Gomes, presidente da AVOS.

A Associação dos Voluntários, uma das mantenedoras da Casa, também vem realizando outros eventos para arrecadar verba para a construção, mas a construção será viabilizada com a verba arrecadada com a campanha do McDia Feliz dos anos de 2006, 2007, 2008 e 2009.

Sobre o Instituto Ronald McDonald e programas

O Instituto Ronald McDonald é uma instituição sem fins lucrativos que promove e apóia ações em prol de crianças e adolescentes com câncer. O principal objetivo do Instituto é aumentar o índice de cura do câncer infanto-juvenil e suas maiores fontes de arrecadação para essa finalidade são o McDia Feliz e a Campanha dos Cofrinhos. O Instituto coordena diversos programas, como o Programa Diagnóstico Precoce, que visa capacitar profissionais de saúde do Programa Saúde da Família para que já nos primeiros sintomas suspeitos as crianças sejam encaminhadas ao especialista apropriado, além do Programa Casa Ronald McDonald, que conta hoje com três unidades: Rio de Janeiro, Grande ABC e São Paulo. Todas as casas oferecem hospedagem, alimentação, transporte e suporte psicossocial para pacientes em tratamento que estejam fora de suas cidades, ajudando a fazer a diferença na qualidade de vida de crianças e adolescentes com câncer. O Instituto Ronald McDonald também coordena o McDia Feliz, a maior e mais abrangente campanha do país no combate ao câncer infanto-juvenil. Todas as doações são destinadas a projetos apresentados por instituições beneficentes de todo o país que cuidam de crianças e adolescentes com câncer. Os projetos são selecionados e aprovados pelo Conselho Científico do Instituto, formado por alguns dos maiores oncologistas do país, entre eles o Diretor-Geral do Instituto Nacional de Câncer. Em 2009, o Instituto comemorou dez anos de atuação no combate ao câncer infanto-juvenil no país. Desde a sua criação, mais de R$ 116 milhões já foram arrecadados, beneficiando mais de 100 instituições e viabilizando cerca de 120 projetos de estruturação do atendimento hospitalar e mais de 100 projetos de atendimento psicossocial.

Sobre o McDonald’s Brasil

A marca McDonald’s é líder no segmento de alimentação fora de casa e conta com 566 restaurantes e 58 unidades de McCafé. Há 30 anos atuando no Brasil, a rede está presente em 140 cidades, localizadas em 23 estados e no Distrito Federal. A marca McDonald’s no Brasil é operada pela empresa Arcos Dourados, de capital latino-americano e detentora da maior franquia McDonald’s no mundo, com 1.700 restaurantes distribuídos em 19 países da região. Em 2008, foram atendidos 1,6 milhão de clientes no Brasil, com faturamento de R$ 3,3 bilhões, que representou um crescimento de 22% em relação ao ano anterior. Esses números garantiram a primeira posição em vendas no país e a oitava posição no ranking global da corporação. A rede é uma das maiores empregadoras privadas do Brasil, com mais de 48 mil funcionários, e uma das que oferecem mais oportunidades de primeiro emprego especialmente para jovens entre 16 e 20 anos de idade. Foi eleita uma das melhores empresas para se trabalhar pelos dois principais indicadores desse quesito no país em 2009.

spot_img
spot_img