Florianópolis, 20 de julho de 2024

O projeto Sonora Brasil do SESC entra em sua 12ª edição em Julho

spot_img

Compartilhe

O Projeo iniciou quarta-feira em Florianópolis.

O Serviço Social do Comércio de Santa Catarina (SESC) está formando ouvintes musicais despertando no público um olhar crítico sobre a produção e os mecanismos de difusão da música no país. O projeto iniciou nesta quarta-feira (1) em Florianópolis.

O espetáculo tem rico repertório selecionado entre composições para viola e violão de músicos de expressão na história e no cenário da música brasileira, segue para Laguna, apresentando-se no Espaço Cultural do Iphan, nesta quinta-feira (02), às 20 horas. Percorrerá 20 cidades, ao todo.

O programa da segunda etapa nos revela um panorama raro de parte do cancioneiro nacional, tanto erudito quanto popular e folclórico, com interpretações dos violonistas Marcelo Fernandes (MS) e Henrique Annes (PE). Além de composições do próprio Annes, como o choro “Rua da Aurora” e o frevo “Pátio do Terço”, o espetáculo rememora ainda Francisco Soares de Araújo, o Canhoto da Paraíba, com “Nicélia” e recupera composições de Levino Albano da Conceição, cuja obra teve forte influência de compositores europeus.

O Sonora também confere destaque aos expoentes mais jovens do violão brasileiro, como Cyro Delvizio, discípulo de Turíbio Santos e Graça Alan, e integrante do grupo de Violões da UFRJ e Rodrigo Lima, um dos jovens compositores brasileiros mais atuantes da atual geração, com obras premiadas, gravadas e estreadas em bienais de música contemporânea em todo o mundo.

Veja a programação no Site da Instituição:

http://www.sesc-sc.com.br/noticias/?c=noticia&nid=916