21.5 C
fpolis
terça-feira, novembro 30, 2021
cinesytem

Obras de ampliação e melhorias no sistema de esgoto de Florianópolis começarão nesta semana

spot_img

Obras de ampliação e melhorias no sistema de esgoto de Florianópolis começarão nesta semana

spot_img

Será assinada na tarde desta quinta-feira, 9, ordem de serviço para as obras de implantação do sistema de esgotamento sanitário da parte continental de Florianópolis, orçadas em R$ 12,4 milhões. O ato será realizado às 16h30, na prefeitura, com a presença do governador Raimundo Colombo e do prefeito de Florianópolis, Cesar Souza Junior. Na ocasião também será assinado convênio entre a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) e o município de Florianópolis para implantação do programa “Floripa se liga na rede”, que prevê ampliar a fiscalização de esgotos irregulares nas praias da Capital.

De acordo com informações da assessoria de imprensa do Governo do Estado, os recursos para a implantação da rede de esgotos na parte continental de Florianópolis são do Governo Federal, via Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2), com financiamento pela Caixa Econômica Federal e contrapartida da Casan de 5% do total. O período de execução da obra é de dois anos e prevê a implantação de 33,3 mil metros de rede coletora, seis estações elevatórias, proporcionando mais de 3 mil ligações domiciliares, beneficiando cerca de 22 mil moradores dos bairros do Abraão, Capoeiras, Vila Aparecida e Monte Cristo.

Até o inicio de 2016, a cobertura da rede de coleta e tratamento de esgotos na Capital está projetada para passar dos atuais 55% para 75%. Neste período de três anos, a Casan irá aplicar recursos já contratados de R$ 1, 5 bilhão de financiamentos nacionais e internacionais, incluindo a operação com a Agência Internacional de Cooperação Japonesa (JICA) e Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), também em outros 30 municípios do estado.

Fiscalização de Esgostos Irregulares
A assessoria de imprensa da Casan afirmou que, por meio do convênio de cooperação técnico-financeira que será assinado entre a entidade e a prefeitura, será realizado um mutirão de fiscalização e eliminação de esgotos irregulares na cidade. O programa denominado “Floripa se liga na Rede” terá o objetivo de vistoriar, no prazo de um ano, cerca de 40 mil pontos considerados críticos em Florianópolis.

Serão fiscalizadas as praias da Daniela, Canasvieiras, Cachoeira do Bom Jesus, Vargem Grande, Ingleses e Lagoa da Conceição, abrangendo ainda as localidades do Rio Vermelho e Barra da Lagoa. Ao todo, serão investidos R$ 800 mil, que a Casan repassará ao município para contratação de empresa especializada, via licitação pública, para execução dos serviços de inspeção e apoio logístico para melhorar a balneabilidade das praias da Capital.

spot_img
spot_img