16.9 C
fpolis
sexta-feira, outubro 22, 2021
cinesytem

Olívia Byington em Florianópolis

spot_img

Olívia Byington em Florianópolis

spot_img
    Na próxima sexta-feira (31/10) através do projeto Cedo e Sentado, o Jinga Bar apresenta o show “A Vida é Perto”, de Olívia Byington, que começa às 22h. Na quinta (30/10), a cantora marca presença na Livraria Saraiva MegaStore – Shopping Iguatemi, onde às 19h faz um pocket show. 
    O projeto Cedo e Sentado, idealizado pela MV Produções, tem por objetivo de apresentar shows de qualidade de uma maneira diferenciada – bem acomodado e bem servido na mesa de um ótimo bar, e cedo às: 22h.
 
Olívia Byington – a cantora carioca iniciou seus estudos de piano aos 6 anos de idade. Dois anos depois, aprenderia a tocar violão, e, aos 12 anos, violoncelo. Em 1977, inicia sua carreira artística integrando a banda de rock Antena Coletiva, ao lado de Jacques Morelembaum. No final dos anos 70, gravou o primeiro disco solo e fez shows acompanhada pelo grupo A Barca do Sol. Mesmo sendo conhecida pelo repertório recheado de Cartola, Cole Porter e Tom Jobim, confirmou sua postura eclética quando passeou pelos rocks de Cazuza e canções de Djavan no disco “Música”. Nos anos 90 excursionou pela Europa e em 1997, lançou “A Dama de Ferro”, em homenagem a Aracy de Almeida.
Considerada uma cantora refinada e sofisticada pelos críticos desde o início de sua carreira, apresentou-se ao lado de Tom Jobim, Radamés Gnattali, Chico Buarque, Turíbio Santos, Paulo Moura, Egberto Gismonti, João Carlos Assis Brasil. Em 1981 foi a Cuba, a convite de Chico Buarque, e acabou gravando um disco produzido por Silvio Rodrigues. Sem desprezar o rock e confirmando sua postura de eclética, gravou, em seu disco “Música” (1984), rocks de Cazuza e canções de Djavan. Mas em geral é conhecida pelo repertório que inclui Gershwin, Porter, Cartola, Tom Jobim. Em 1990 o disco “Olivia Byington e João Carlos Assis Brasil” teve boa recepção e proporcionou ao duo viagens por todo o Brasil. Nos anos 90 excursionou pela Europa e elaborou um trabalho ao lado do saxofonista Edgar Duvivier, e em 1997 gravou “A Dama do Encantado”, em homenagem a Aracy de Almeida, disco aclamado pela crítica.
     Em junho de 2007 Olivia Byington lançou pela Biscoito Fino, um disco de músicas de sua autoria. Para tanto veio na contramão de tudo o que andam fazendo e criou um show-monólogo com historias e canções, resultado de uma grande imersão no seu rico universo musical. 
     Com o cenário criado para receber o público como se estivesse em sua casa, o show transcorre num ambiente de sofisticação e aconchego onde ritualisticamente Olivia, leva seus convidados a um emocionante passeio por dentro da sua historia, por dentro das suas canções. 
     No repertorio, acompanhada por seu violão e por um laptop onde traz participaçoes virtuais de Yves Montand e Seu Jorge – que participa de seu mais recente disco, ela mostra um pouco de tudo o que já cantou. Da Bossa Nova de Tom Jobim a Caetano Veloso, Lady Jane, Folhas Mortas, com Yves Montand recitando a letra e Egberto Gismonti.
    A noite do Jinga Bar promete ser especial, a casa já está fazendo reserva de lugares nas mesas e os ingressos já estão à venda no próprio Jinga (48) 32-353637 ou no Sintonia Música e Café (48) 3232-8877, ambos na Lagoa da Conceição. 
    Após a apresentação da Olívia Byignton, a noite do Jinga continua com o show de Verônica Kimura e Banda, mesclando sambas e MPB.
Serviço:
 
Show da Olívia Byignton
Data: sexta-feira (31/10)
Horário: 22horas
Local: Jinga Bar
Endereço: Av. das Rendeiras, 1046 – Lagoa da Conceição
Fone: (48) 32-353637
Ingresso: R$40,00
 
Ingressos antecipados:
 
* Jinga Bar (48) 32-353637- Av. das Rendeiras, 1046 – Lagoa da Conceição
* Sintonia Música e Café (48) 3232-8877- Av. Afonso Delambert Neto, 740 – Centrinho – Lagoa da Conceição.
spot_img
spot_img