25.2 C
fpolis
sábado, janeiro 22, 2022
cinesytem

Ostras abrem os workshops de gastronomia local no Ribeirão da Ilha

Ostras abrem os workshops de gastronomia local no Ribeirão da Ilha

spot_img

Na manhã desta quarta-feira (7), os participantes do Floripa Tem, além de terem sido presenteados com um lindo dia de sol no Ribeirão da Ilha, tiveram a oportunidade de desvendar alguns segredos do preparo das ostras. O primeiro Workshop de Gastronomia Local contou com toda a experiência do premiado chef Jaime José de Barcelos.

Por mais de duas horas, Jaime abriu sua cozinha – responsável pela Melhor Ostra do País, segundo eleição da revista Veja – para dar dicas de como preparar e saborear o molusco da melhor forma. “Não importa o quê os livros e receitas dizem. É no Ribeirão da Ilha que se faz a ostra como ela deve ser feita”, brincou o chef.

Em seguida, ensinou a receita de um simples e delicioso prato de entrada: pão de amêndoas com açúcar mascavo com patê de polvo defumado. O chef também ensinou receita da ostra “Pérola Negra”, preparada com aceto balsâmico e suco de laranja, e finalizou com o saboroso Risoto Floripa Tem, com ostras, gengibre, manga em cubos e vinho branco seco.

Para a participante Cláudia Carraro, o workshop foi um evento inegualável. “Quem não veio, realmente perdeu!”, comenta ela. Cláudia, natural de Natal, RN, mora em Florianópolis há três anos e deixou de viajar para acompanhar a programação do Floripa Tem 2009. “Havia me programado para visitar minha família em janeiro no Rio Grande do Norte, mas quando vi que aconteceria a terceira edição do Floripa Tem, resolvi adiar a viagem”. Além de outros workshops, ela pretende participar semanalmente das atividades do evento. “A trilha ecológica para o Campeche já está na minha agenda!”.

A degustação dos pratos do workshop foi acompanhada de sucos Sollys, da Nestlé, e cerveja Sol. No final, a Natura presenteou os participantes com um kit de verão, composto por um protetor solar e uma linda canga.

História

Antes de se tornar chef de gastronomia, Jaime de Barcelos transformou, em 1997, sua antiga oficina mecânica no Ribeirão da Ilha em lanchonete, aproveitando o fluxo de turistas na região. Apesar de servir produtos simples de alimentação, como sorvetes, água de coco e cachorro quente, Jaime percebeu que a procura dos turistas pelas ostras típicas do bairro era crescente. Então, resolveu ampliar o negócio e passou a servir ostras ao natural, gratinadas e ao bafo, nascendo assim o Restaurante Ostradamus. Em Florianópolis, a casa é uma das primeiras especializada no molusco.

spot_img
spot_img