16.9 C
fpolis
sábado, julho 2, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Parada da Diversidade terá pesquisa de demanda turística

Parada da Diversidade terá pesquisa de demanda turística

spot_imgspot_img

A quarta edição da Parada da Diversidade de Florianópolis, marcada para o dia 6 de setembro, véspera do feriado da Independência, deve atrair cerca de 60 mil pessoas de várias cidades do Brasil. Para avaliar o potencial do mercado GLS no município, a Associação de Empreendedores GLBTS (Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros) de Santa Catarina, promotora do evento, vai pesquisar hábitos de consumo dos turistas participantes da programação na avenida Beira-mar Norte.

O objetivo do censo, segundo o presidente de honra da AEGLBTS, vereador Tiago Silva (PPS), é fazer o acompanhamento anual do crescimento do evento e avaliar sua contribuição como indutor de turismo para Florianópolis. “Está comprovado que o consumidor homossexual gasta o dobro que o heterossexual. A pesquisa pretende mostrar que o mercado GLS é uma boa oportunidade de negócio”, afirma.

Para Tiago Silva o mercado voltado para esse público é ainda pouco explorado, principalmente pelo preconceito em relação aos homossexuais e pela falta de informação por parte dos empresários, que desconhecem o potencial do setor. Cita o exemplo da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo, que hoje é considerada a maior do mundo e que atualmente representa, segundo os organizadores do evento, um incremento de R$ 189 milhões para a economia do município apenas num final de semana. “A primeira Parada de São Paulo reuniu 2 mil pessoas. Hoje ela é o segundo maior evento em arrecadação na capital paulista, perdendo apenas para a Fórmula1”, justifica o vereador e militante do movimento GLBT.

Potencial de mercado

Em 2008, atenta ao potencial do segmento, a AEGLBTS contratou uma empresa especializada para levantar o perfil do turista participante da 3ª Parada da Diversidade. Foram realizadas 404 entrevistas pessoais por amostragem aleatória, com 95,5% de confiabilidade nos resultados. Entre os entrevistados foram identificados turistas de 88 localidades, sendo 81 do Brasil e sete de outros países.

Em relação à origem do entrevistado, a pesquisa apontou que 39,6% eram provenientes das regiões metropolitanas de São Paulo, Porto Alegre, Curitiba e Rio de Janeiro. Já entre os turistas catarinenses, os municípios que obtiveram maior participação foram Joinville, Balneário Camboriú, Criciúma, Blumenau, Itajaí e Tubarão, somando 25,2%.

Somente essas dez localidades responderam por quase 65% da demanda de turistas no evento de Florianópolis.
A maior parte dos entrevistados – 40,3% – tinha entre 18 e 25 anos, enquanto 43,1% dos turistas pesquisados tinham idades variando de 26 a 50 anos. Em relação ao grau de escolaridade, 65% dos visitantes entrevistados disseram ter nível superior completo ou incompleto.

A pesquisa identificou ainda que 50,3% dos turistas tinham renda individual superior a cinco salários mínimos, sendo que desse total 21,2% recebiam de oito a 20 salários mínimos. O censo também identificou que 7,9% dos turistas pesquisados tinham renda mensal individual superior a 20 salários mínimos. Outro dado importante foi o local de hospedagem dos entrevistados, já que 31,9% dos turistas disseram estar hospedados em hotéis ou pousadas.

Sobre o motivo da vinda a Florianópolis, 48% dos turistas apontaram a realização da parada como fator que motivou o deslocamento à capital catarinense, enquanto que 27,2% dos entrevistados justificaram a visita por lazer, turismo ou para conhecer a cidade, aproveitando o feriado prolongado. “Quase metade dos turistas que participaram da 3ª Parada da Diversidade veio para Florianópolis apenas para participar do evento. Esse é um dado muito significativo”, conclui Tiago Silva.

Serviço

O Quê: 4ª Parada da Diversidade de Florianópolis

Quando: 6 de setembro de 2009

Onde: Avenida Beira-Mar Norte (concentração às 14h, no Koxixo’s)

Informações: www.diversidadefloripa.org.br

Contatos:Tiago Silva – Idealizador da Parada da Diversidade e Presidente de Honra
da AEGLBTS (9932-9463 / 9633-2150)

spot_img