19.2 C
fpolis
quarta-feira, dezembro 1, 2021
cinesytem

Parceria entre Governo do Estado e IEL/SC beneficia alunos do Geração TEC

spot_img

Parceria entre Governo do Estado e IEL/SC beneficia alunos do Geração TEC

spot_img

O Governo do Estado e o Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina (IEL/SC) trabalharão em conjunto para facilitar o ingresso dos alunos do Geração TEC no mercado de trabalho. O IEL/SC atuará na gestão de estágio não obrigatório e supervisionado do programa da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) que capacita jovens e adultos para o setor de tecnologia da informação e comunicação. As informações são da assessoria de imprensa do Governo do Estado.

A parceria entre o Geração TEC e o IEL/SC tem como objetivo principal inserir os alunos nas empresas e polos tecnológicos do Estado, para que eles tenham embasamento prático e conheçam o dia a dia do setor de tecnologia. O estágio deve iniciar a partir do segundo mês de curso e não poderá ultrapassar dois meses após o término das aulas. Atividades, duração, frequência e remuneração do estágio serão acordadas entre o estagiário e a empresa, conforme o Termo de Contrato de Estágio (TCE).

O Geração TEC busca formar profissionais e empreendedores para trabalhar com tecnologia e inovação em Santa Catarina. Jovens e adultos a partir de 17 anos, com no mínimo o ensino médio completo ou cursando o último ano, e que não estejam empregados em atividades relacionadas à programação, podem se inscrever. É necessário conhecimento de lógica, inglês e boa fundamentação em matemática.

Para participar, é preciso fazer a inscrição pelo site e ser aprovado no processo seletivo. As fases de seleção são definidas de acordo com as peculiaridades de cada curso e da cidade atendida pelo programa.
O Geração TEC é um programa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), realizado por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e do Instituto Internacional de Inovação (i3), em parceria com a Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) e instituições do setor de tecnologia das cidades atendidas.

Lançado em 2011, já capacitou e formou 2.092 pessoas em 12 cidades de Santa Catarina. Para 2013, o Governo do Estado garantiu R$ 3,5 milhões em recursos para a execução do programa, que pretende formar 5 mil pessoas até 2014.

spot_img
spot_img