18.8 C
fpolis
terça-feira, maio 24, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Pesquisa do Sebrae/SC aponta que a Covid-19 não está mais entre as principais dificuldades dos pequenos negócios

spot_img

Pesquisa do Sebrae/SC aponta que a Covid-19 não está mais entre as principais dificuldades dos pequenos negócios

spot_imgspot_img

Cerca de 35% das empresas informaram não ter tido dificuldades significativas no último trimestre

Uma pesquisa do Observatório de Negócios do Sebrae/SC, realizada com 812 Micro e Pequenas Empresas Catarinenses, entre 4 e 20 de janeiro, avaliou o desempenho da atividade econômica do último trimestre de 2021 e as expectativas dos pequenos negócios para o primeiro trimestre deste ano. O impacto das mudanças provocadas pela pandemia da covid-19 não está mais entre as principais dificuldades das empresas.

A pesquisa mostra que cerca de 35% das empresas informaram não ter tido dificuldades significativas no último trimestre, sendo a principal dificuldade o aumento de custos, apontado por 35,3% dos empresários. Além disso, as empresas ainda sentem pequenas dificuldades como queda nas vendas (15,1%), clientes sem dinheiro (10,6%) e economia do país (8,6%).

Apesar de alguns empresários indicarem como dificuldades a queda nas vendas, a maior parte das empresas, 52,41% delas, obteve ganhos no trimestre. Por esse motivo, o índice de situação atual de vendas subiu para 31,54% a mais do que foi registrado no trimestre anterior. Na região Extremo Oeste, 61,2% das empresas apresentaram aumento em suas vendas no trimestre, seguido da Foz do Itajaí, com 59,5%, e Grande Florianópolis, com 52,1%.

Os negócios que mais registraram lucro no período foram do setor de Serviços, apontados por 55,1%, ME, 54,9%, e MEI, 54%.

“Se olharmos o número de empresas que informam não ter tido dificuldades significativas nesse trimestre, concluímos que a recuperação está de fato acontecendo. Apesar das inúmeras dificuldades enfrentadas pelos empresários catarinenses desde o início da pandemia, e em seguida a crise econômica do país, eles se mostram otimistas, o que também pode ser identificado a partir das expectativas de vendas, investimentos e geração de novas vagas de emprego para este ano”, aponta o diretor superintendente do Sebrae/SC, Carlos Henrique Ramos Fonseca.

Vendas na internet

A pesquisa demonstra que o uso das redes sociais veio para ficar, independente da pandemia, tendo em vista que as redes sociais continuam apresentando resultados que tornam o seu uso um diferencial para as vendas dos pequenos negócios.

Cerca de 72% das empresas realizaram vendas pela internet ou redes sociais, sendo o Instagram, Facebook e WhatsApp os meios mais utilizados, com destaque para o Instagram. A plataforma foi considerada a principal ferramenta utilizada para as vendas durante a pandemia, e continua se destacando, ainda que o mercado esteja se estabilizando.

As empresas que utilizaram as redes digitais como estratégia de negócio venderam 3,9% a mais do que as empresas que não utilizam redes sociais, o que demonstra a importância da transformação digital dentro das empresas.

Expectativas para 2022

Considerando os bons resultados com as ferramentas digitais, as empresas pretendem continuar adotando a internet como aliada nos negócios, o que pode ser demonstrado pelos 79,1% dos pequenos negócios que afirmam que realizarão vendas pela internet e redes sociais, tendo novamente o Instagram como ferramenta principal. Apenas 20,9% não pretendem ingressar no mercado digital.

Os empresários esperam um crescimento de 4,3% na geração de empregos nos três primeiros meses do ano.

“Apesar de indicadores econômicos demonstrarem a alta da inflação, das taxas de juros e previsões pouco otimistas de crescimento econômico para o país ao longo deste ano, devemos considerar a expressiva recuperação dos pequenos negócios pós-pandemia, com os empresários catarinenses sempre atentos às oportunidades que estão surgindo”, conclui o diretor superintendente do Sebrae/SC.

editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img