21 C
fpolis
sábado, janeiro 29, 2022

Piloto catarinense André Gaidzinski estreia neste sábado na Porsche Cup

Piloto catarinense André Gaidzinski estreia neste sábado na Porsche Cup

spot_img

O piloto catarinense André Gaidzinski disputará por mais um ano o cobiçado campeonato da Porsche, GT3 Cup Challenger 3.8, sendo que o start da temporada será dado nas pistas de Interlagos, em São Paulo, neste sábado, 16. Considerado o principal evento de Gran Turismo da América Latina, a competição é composta por corridas “Sprint”, de curta duração, e “Endurance”, de longa duração, com nove etapas.

A novidade fica por conta do design do carro que André disputará o circuito este ano, uma homenagem ao primeiro Porsche Campeão das 24 Horas de Le Mans, pilotado pelo alemão Hans Herrmann. O modelo considerado um ícone no automobilismo mundial, com design vermelho e branco da Equipe Salzburg, inspirado nas cores da bandeira da Áustria, é um tributo ao empresário Willy Herrmann, sobrinho de Hans e um dos responsáveis pelo retorno de Gaidzinski às pistas. O carro é considerado um ícone pois a Porsche buscou o campeonato das 24 Horas de Le Mans durante 18 anos, de 1951 a 1969, conseguindo apenas em 1970, com este carro. Mais uma curiosidade é que Hans Herrmann tinha prometido para a sua esposa que seria a sua última corrida, quando foi campeão a serviço da Porsche.

Depois de 15 anos afastado das pistas, envolvido apenas com os seus negócios em Santa Catarina, André retornou no ano passado as corridas profissionais e fechou o circuito Porsche Cup em sexto lugar geral. Resultado que ele promete bater nesta temporada, após se submeter a uma série de treinamentos técnicos, focados principalmente no preparo físico e mental de atletas do automobilismo. Além disso, esse ano ele ainda conta com a assessoria do coach Giuliano Lasacco, que passou por diversas categorias de monopostos nacionais e internacionais, na década de 90 e depois de 2000 vem disputando também na Stock Car e Truck.

"A elevada performance das máquinas faz do piloto de corrida um autêntico profissional que deve estar sempre preparado, físico e mentalmente, para desenvolver-se em uma atividade em que é referência para uma grande parte do público. Responsabilidade, disciplina, comprometimento e respeito a todos os stakeholders no projeto é fundamental para ter um bom desempenho. Mas além disso, o diferencial de quem escolhe essa profissão deve estar na ousadia, foco e concentração", avalia André.

Em seu currículo, ele ainda traz do ano passado o 2º lugar na etapa Formula 1, também no Porsche Gt3 Cup Challenger 3.8, e ao longo de sua história passagens pela Fórmula Chevrolet, Campeonato Brasileiro de Fórmula Ford, 3º lugar no Warm Up em Brasilia e 3º lugar na classificação em Goiânia. Apaixonado pela velocidade, André começou cedo o seu interesse pelo mundo dos grids. Desde os 10 anos já acompanhava as corridas de Formula FIT e aos 17 decidiu realizar o seu maior sonho, começando a sua trajetória profissional pelo Kart, em 1991.

 
spot_img
spot_img