14.6 C
fpolis
quarta-feira, setembro 22, 2021
cinesytem

Prefeitura de Florianópolis se manifesta sobre aumento no valor das obras do Mercado Público

spot_img

Prefeitura de Florianópolis se manifesta sobre aumento no valor das obras do Mercado Público

spot_img

 O secretário municipal de Obras de Florianópolis em exercício, Américo Pescador, justificou na tarde desta segunda-feira, 15, a necessidade de a Prefeitura e a empresa responsável pelas obras de restauração da Ala Sul do Mercado Público assinarem aditivo no valor de R$ 1.921.488,42. As informações são da Secretaria de Comunicação do Executivo Municipal. 

“Se isto não fosse feito, nenhum engenheiro assumiria a responsabilidade sobre a condução dos trabalhos, pois o Mercado não teria segurança para manter a funcionalidade no decorrer do tempo”, explicou o secretário.

O contrato inicial firmado entre a administração municipal, por meio da Secretaria de Obras, e a JK Engenharia de Obras levou em conta, segundo ele, projeto de restauro elaborado antes da desocupação desta ala do Mercado. E, após a saída dos comerciantes e início das escavações e rompimentos do piso e das paredes que dividiam os boxes, foi constatado que as fundações e colunas eram insuficientes e apresentavam problemas de corrosão em toda a extensão da ala.

De acordo com Américo Pescador, a parte estrutural da edificação foi sofrendo alterações com as várias reformas do local, mas também há problemas que remetem à época da construção. Em razão disso, foi feito novo projeto estrutural prevendo fundações superficiais em radier, uma espécie de laje feita de concreto e aço que será colocada sobre o solo desta área do Mercado Público. Tecnicamente, o radier servirá tanto para sustentar as colunas quanto as novas paredes divisórias dos boxes e seus equipamentos.

O aditivo assinado na última sexta-feira, 12, e publicado no Diário Oficial do Município desta segunda inclui a restauração das duas pontes que ligam as alas Norte e Sul do Mercado Público.

Custos e prazos

Ainda conforme informações prestadas por Américo Pescador, a nova estrutura e as melhorias nas duas ligações perfazem o maior impacto dos custos do aditivo. No mais, são adequações do tipo de portas e fechaduras que precisam considerar os aspectos históricos, entre outras.

Já a previsão é a de que os boxes da Ala Sul sejam entregues aos respectivos concessionários para montagem de seus negócios em março do ano que vem. E que, já em abril, a ala seja aberta ao público.

spot_img
spot_img

Leia mais