30.1 C
fpolis
segunda-feira, janeiro 24, 2022
cinesytem

Projeto Escola da Rede Cinemark retorna no mês de março em 45 complexos do país

Projeto Escola da Rede Cinemark retorna no mês de março em 45 complexos do país

spot_img

Neste mês, o Projeto Escola Cinemark está de volta aos cinemas da Rede em todo país. Esta ação de incentivo à cultura já atraiu ao cinema mais de 1,8 milhão de estudantes desde a criação em 1999. Para o primeiro semestre de 2009, as escolas que quiserem agendar uma sessão –R$2,50 é o preço por aluno – terão cinco filmes à escolha: “Bolt – Supercão”, “As Aventuras de Gui & Estopa”, “Crepúsculo”, “Marley e Eu” e “O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes”.

Em Florianópolis, o Projeto Escola é realizado na Cinemark do Floripa Shopping. O agendamento pode ser feito pelo telefone (48) 3331-1870 ou pelo e-mail projetoescola@cinemark.com.br

CINCO FILMES DE SUCESSO PARTICIPAM DESTA AÇÃO QUE CONTRIBUI NO ENSINO DE ALUNOS DAS ESCOLAS PÚBLICAS E PARTICULARES

O Projeto Escola está de volta aos complexos da Rede Cinemark em 2009. Após levar cerca de 180 mil estudantes ao cinema no ano passado, a ação será retomada no mês de março. Por um preço reduzido – R$ 2,50 por pessoa -, as escolas públicas e particulares de todo país participam do programa convidando seus alunos para assistirem aos filmes selecionados para o projeto. Neste primeiro semestre, foram escolhidos os seguintes filmes: “Bolt – Supercão”, de Byron Howard e Chris Williams, “As Aventuras de Gui & Estopa”, de Mariana Caltabiano, “Crepúsculo”, de Catherine Hardwicke, “Marley e Eu”, de David Frankel, e “O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes”, de Rafael Ribas e Walbercy Ribas.

Criado em 1999, a proposta do Projeto Escola é incentivar e facilitar o contato de jovens e crianças com o mundo do cinema, além de estimular o aprendizado de forma lúdica. Os professores das escolas envolvidas no Projeto Escola recebem uma apostila com sinopses dos filmes e tópicos sobre cada um deles que podem ser debatidos em sala de aula. Ainda há opção de a escola adquirir, por um preço diferenciado – apenas R$ 2,50 -, o kit-escola formado por pipoca e refrigerante para ser degustado na sala de cinema. Esta ação da Rede Cinemark de incentivo à cultura é realizada em 45 complexos espalhados pelo país. Informações com o gerente do complexo mais próximo da unidade escolar ou através do e-mail projetoescola@cinemark.com.br

– O projeto escola é uma ação que nos dá muito orgulho. Nesses nove anos em que é realizado já participaram cerca de 1,8 milhão de estudantes e alguns deles nunca haviam entrado numa sala de cinema. Utilizar a temática dos filmes ou partir deles para debater um assunto específico em salas de aula é uma forma conquistar o aluno e formar futuros espectadores – comenta Bettina Boklis, diretora de marketing da Rede Cinemark.

A Rede Cinemark no Brasil

Precursora e especializada no conceito multiplex no país, a Rede Cinemark chegou ao Brasil em 1997 e já está inserida no Distrito Federal e em 13 estados: Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, São Paulo, Sergipe, Goiás, Santa Catarina, Espírito Santo, Bahia e Amazonas. Em 2008, três novos complexos foram inaugurados: um em São Paulo, no Shopping Cidade Jardim, com as duas primeiras Salas Premier do país, um em Porto Alegre, no BarraShoppingSul, e outro em São José dos Pinhais, no Shopping São José. É da Rede Cinemark a primeira sala de cinema em 3D da América do Sul, no Shopping Eldorado, em São Paulo, que segue o padrão exigido pelos grandes estúdios americanos. Além desta, a Rede conta com mais doze salas 3D: no Shopping Downtown (Rio de Janeiro), no Floripa Shopping (Florianópolis), no Market Place (São Paulo), no Shopping Mueller (Curitiba), no Shopping Colinas (São José dos Campos), no Shopping Iguatemi (São Paulo), no BarraShoppingSul (Porto Alegre), no Flamboyant Shopping (Goiânia), no Shopping D (São Paulo), no Cineplex BH Shopping (Belo Horizonte), no Studio 5 Festival Mall (Manaus) e a mais nova no Iguatemi Campinas (Campinas). Em 2008, a empresa recebeu cerca de 28 milhões de espectadores para assistir aos filmes brasileiros e estrangeiros, gerando uma receita bruta de cerca de R$ 370 milhões.

spot_img
spot_img