13.6 C
fpolis
quarta-feira, maio 29, 2024
Cinesystem

Projeto Futurus vai auxiliar jovens na escolha de uma profissão

spot_img

Projeto Futurus vai auxiliar jovens na escolha de uma profissão

spot_imgspot_img

Autoridades no lançamento do projeto piloto

O ministro de Ciência e Tecnologia, Sergio Machado Rezende, participou do lançamento oficial da operação piloto do Projeto Futurus, no Sapiens Parque, em Florianópolis. O projeto reúne inovadoras ferramentas tecnológicas para apoiar jovens e adultos na escolha de uma profissão e na preparação para o mercado de trabalho. “Hoje o problema do jovem no Brasil é saber que profissão ele vai seguir. O projeto usa a tecnologia para oferecer informações e condições para que os jovens da Grande Florianópolis, de Santa Catarina e do Brasil possam escolher o seu futuro com conhecimento”, destacou Rezende.

Também participaram do lançamento do projeto o reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Alvaro Toubes Prata, o presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Antônio Diomário de Queiroz, além dos prefeitos de Florianópolis e São José, Dário e Djalma Berger, entre outras autoridades, representantes de entidades parceiras e de empresas do pólo tecnológico da Capital. “Este é um grande momento, pois mostra que o poder público, o setor empresarial e a universidade estão conscientes de que a educação brasileira precisa de uma transformação que passa pelo uso da tecnologia”, afirmou o reitor da UFSC, Alvaro Prata.

O Projeto Futurus permite aos participantes uma compreensão mais aprofundada sobre habilidades pessoais, formação, características das carreiras e oportunidades de trabalho. Dessa forma, contribui para a inserção profissional e social de jovens e adultos. “Os problemas do sistema de ensino brasileiro de hoje fazem com que o jovem entre na universidade sem saber o que quer do futuro. O Futurus oferece meios para que o jovem tome essa decisão com informação qualificada e educativa”, complementa o ministro Sergio Rezende.

Uma das ações do Projeto Futurus, o Portal IUM é um guia virtual no qual o jovem pode conhecer as principais profissões do mercado da Grande Florianópolis, entender e testar suas habilidades e elaborar seu currículo digital e seu blog profissional. Já o Desafio Futurus é uma gincana interativa, realizada no Sapiens Circus, um ambiente multimídia com telões, projetores e mesas digitais interativas onde os participantes conduzem avatares por um mundo virtual que os ajudam a conhecer as profissões. “Hoje os jovens têm acesso a muitos meios de comunicação, mas possuem pouco conhecimento para tomar decisões sobre seu futuro profissional. O projeto estimula o planejamento do futuro, oferecendo informações e experiências para que os jovens conheçam melhor a si mesmos e ao mercado de trabalho e assim aprendam a refletir sobre sua vocação”, explica Marcelo Guimarães, diretor-geral do Instituto Sapientia, uma das entidades desenvolvedoras do Futurus.

Iniciativa inédita no Brasil, o Projeto Futurus é financiado pelo Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT) via Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social (SECTIS) e realizado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em parceria com a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), o Instituto Sapientia (IS) e a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI). O projeto é operacionalizado através da Fundação de Estudos e pesquisas Sócio-Econômicas (Fepese) e ainda conta com especial apoio do Sapiens Parque e de várias entidades do pólo tecnológico da Grande Florianópolis.

Operação piloto
A operação piloto do Projeto Futurus teve início em abril de 2009 e deverá envolver diretamente até 10 mil alunos, de aproximadamente 50 escolas públicas de Florianópolis, São José, Palhoça, Biguaçu e Tijucas, até o mês de dezembro. “No primeiro semestre finalizamos a parte de teste do projeto. A expectativa é, até o final do ano, envolver 7,5 mil estudantes do ensino fundamental e 2,5 mil da educação de jovens e adultos nessa grande ação para estimular no jovem o prazer e a motivação para a escolha do seu futuro profissional”, ressalta Carlos Alberto Schneider, superintendente da
Fundação Certi.

Por Adriane Alice Pereira

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Leia mais

spot_img