18.4 C
fpolis
segunda-feira, dezembro 6, 2021
cinesytem

‘Diana, 7 vidas em 70 anos’ será lançado na Capital

spot_imgspot_img

‘Diana, 7 vidas em 70 anos’ será lançado na Capital

spot_img

Um relato de uma vida cheia de superações. Inspirador, um convite à vida. Essa breve descrição é a que mais se encaixa ao perfil da obra Diana, 7 vidas em 70 anos de Ana Luiza Brasil que será lançada no próximo dia 22 de setembro na Livrarias Catarinense no Beiramar Shopping em Florianópolis.

O livro descreve a história de vida de Diana Mabel Gonzalez Litardo, uma mulher de apenas um metro e meio e aparentemente frágil, que suportou e deu a volta por cima a muitos acontecimentos que poderiam ter custado a vida de qualquer outra pessoa que não tenha a mesma fé, coragem e vontade de viver de Diana.

“Uma história real, a trajetória de uma mulher romântica, mas também determinada, que vive, até hoje, o primeiro e único amor de sua vida, e com a mesma cumplicidade de 50 anos atrás. Uma mulher que, mesmo depois de quatro abortos, não desistiu, lutou e conseguiu ser mãe, e foi mãe de ensinar bons valores, poesia, música, passeios no parque e disciplina”, afirma a autora.

Diana estudou na Inglaterra, foi professora em Buenos Aires, teve uma vida confortável na Argentina ao redor de familiares e amigos influentes na política e na vida social daquele país. Perto de completar 50 anos, encarou os desafios e aventuras no Brasil, começando tudo de novo, morando inicialmente numa casa rolante, estacionada na Praia dos Ingleses, quase deserta na época, na companhia do marido, dos quatro filhos, cachorro, porquinho da Índia, coisas e sonhos.

A autora, Ana Luiza Brasil, é música, jornalista e escritora, e foi assim que conheceu Diana, e pouco a pouco foi interessando-se na história de vida de Diana, uma das proprietárias do Restaurante João de Barro. “Percebi que teríamos uma bela história e então resolvi, com consentimento da personagem, transcrever essa lição de vida que agora estou lançando”, declara Ana.

Quando questionada se algum capítulo do livro se destaca, se a autora tem interesse por algum em especial, Ana Luiza afirma que o capítulo cinco é especial. “Diana em Rosa Choque, o quinto capítulo da obra, é constituído por crônicas com princípio, meio e fim, narrando 18 episódios que se passaram na vida de Diana e que são tão incomuns que dei a eles uma conotação humorística”, comenta.

“A minha principal inspiração é o cotidiano, histórias que todos têm para contar, realidades que merecem ser compartilhadas. Durante minha carreira jornalística em Minas Gerais, de 1979 a 2000, editei muitas histórias de vida. Posso dizer que elas me ensinaram muito”.

É uma obra destinada para todas as idades, ideologias e interesses. Afinal, é a história de uma vida, e histórias de vida sempre têm algo a acrescentar na vida de outra pessoa, seja como exemplo, seja como simples entretenimento, ou ainda como informações dos costumes de uma época, de uma geração, de uma sociedade.

O livro traz também um pouco de histórias de Gustavo, o fiel escudeiro de Diana, o namorado que ela conheceu na infância e que conserva o amor até hoje. “Gustavo também é um personagem interessante, que teve uma avó que conheceu e conviveu com Pablo Neruda e com Fidel Castro e que teve um tio que era ator em Hollywood e que, certa vez, chegou até a substituir o verdadeiro Tarzan nas telas de cinema”.

“A mensagem que pretendo passar com esse livro é de que a vida é a maior preciosidade que nós temos, e não as coisas que vamos acumulando pela vida. Viver é o tesouro. E Diana é assim: não tem medo de correr riscos. Ela salta, às vezes dá certo, às vezes dá errado, mas ela não abre mão de novos saltos. Isso é viver”, finaliza a autora.

Sobre a autora

Ana Luiza Brasil é natural de Curitiba, mas toda sua trajetória de vida foi construída em Minas Gerais, no Triângulo Mineiro, entre Estrela do Sul, na infância, e Uberaba. Em 2007 mudou-se para Florianópolis, onde reside até hoje.

Jornalista, escritora e cantora. Mais de 21 anos dedicados à imprensa. Paralelo ao trabalho na imprensa, principalmente em jornal impresso, como colunista e editora de vários cadernos especiais, atuou também como assessora de imprensa e como membro de diretoria de entidades como o Arquivo Público de Uberaba, Fundação Cultural de Uberaba, Museu do Zebu da ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores do Zebu) e ACIU (Associação Comercial e Industrial de Uberaba).

Atualmente em Florianópolis, dedica-se a música, cantando com agenda fixa em vários restaurantes de renome da capital catarinense.

Ana já lançou outras duas obras. Jorge Furtado, Cru e Nu, editado e esgotado, sobre a história de vida de um personagem ilustre de Uberaba-MG, tendo sido fundador de universidades, médico, professor universitário na Medicina e Odontologia, dono de laboratório e prefeito, em 1995. E a A História da Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro, um acervo de consulta histórica para professores e alunos daquela instituição de ensino, em 1994.

Sobre o evento

Diana, 7 vidas em 70 anos (Ed. Tribo da Ilha, 168 págs.; R$ 25,00) será lançado no próximo dia 22 de setembro às 19h30, na Livrarias Catarinense no Beiramar Shopping, Rua Bocaiúva, nº 2468, piso Joaquina, em Florianópolis. A entrada é gratuita. Mais informações pelo telefone (48) 3271.6030.

spot_img
spot_img