15.5 C
fpolis
terça-feira, julho 5, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Secretaria de Mobilidade Urbana diz que veículos do Uber serão apreendidos em Florianópolis

Secretaria de Mobilidade Urbana diz que veículos do Uber serão apreendidos em Florianópolis

spot_imgspot_img

A empresa de transporte privado UBER começa a operar nesta sexta-feira, 30, em Florianópolis a partir das 14h.

Para fazer uso do serviço é preciso baixar o aplicativo na AppStore ou na Google Play e se cadastrar como usuário.

Além de funcionar na Capital, o UBER também poderá ser usado em Biguaçu, São José e Palhoça, na Grande Florianópolis.

Na site do Uber é possível fazer uma estimativa do preço da corrida dependendo do trajeto. É necessário ter cartão de crédito para efetuar o pagamento.

Secretaria de Mobilidade Urbana afirma que o serviço é ilegal na cidade

Por meio de uma nota oficial, a prefeitura de Florianópolis afimou que a legislação não permite este tipo de serviço e que, até o momento, a atividade configura-se como clandestina.

Ao DeOlhoNaIlha, a assessoria de Comunicação da Secretaria de Mobilidade Urbana afirmou que haverá apreensão do veículo que estiver prestando o serviço caso aconteça o flagrante.

Confira, abaixo, a nota da Secretaria de Mobilidade Urbana na íntegra:

"NOTA DA SECRETARIA DE MOBILIDADE URBANA SOBRE O UBER

Em relação à vinda da empresa Uber Brasil para Florianópolis, a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana informa que sempre esteve disposta a dialogar. No entanto, nunca fomos procurados para isso. A Câmara dos Vereadores chegou a realizar debates a respeito do assunto, mas a empresa não se fez presente.

Atualmente, a legislação não permite esse tipo de serviço, que até o momento configura-se como clandestino. Ressaltamos não ser contrários ou favoráveis a ele, apenas prezamos pelo respeito à legislação vigente.

O processo da Uber em Florianópolis foi construído ao longo do tempo, foi necessário realizar pesquisa de mercado, contatar motoristas… Portanto, houve tempo para uma discussão com a sociedade, o que não aconteceu.

O que não queremos é que se instale o caos em nossa cidade, como pudemos observar em outras regiões do Brasil e do mundo. Acreditamos no diálogo como a melhor forma de entendimento, além do respeito às leis vigentes, o que faremos."

spot_img