15.1 C
fpolis
sexta-feira, setembro 17, 2021
cinesytem

Pocket Show do ART Project agitou a Brava na Estação Verão Embratel

spot_img

Pocket Show do ART Project agitou a Brava na Estação Verão Embratel

O pocket show com a banda local ART Project agitou a galera que estava no Parador da Brava, na Estação Verão Faz um 21 Embratel, neste domingo, 20 de fevereiro. Os sons, que variaram do rock, hip hop, reggae até a surf music levantaram o astral da galera que dançou ao som da banda local do bairro Rio Tavares, sul da Ilha de Florianópolis.

A banda ART Project faz sua música de uma maneira curiosa e diferente. Ao criar um novo som, a banda chama amigos e conhecidos para enriquecer a composição com o que cada um faz de melhor. Nas apresentações, a banda possui seis integrantes fixos, mas a cada ensaio, novos integrantes compõe o grupo que faz da música, um alimento para a alma. O resultado é um som de qualidade com letras que mostram o dia a dia da galera que curte o surf, skate e a vida de Florianópolis. O mais interessante é que todas as músicas da banda estão disponíveis para download na Internet, no site da banda.

“O objetivo principal é fazer um som que passe um pouco do que sentimos e vivemos na Ilha da Magia e compartilhar com o pessoal que curte isto também”, diz Bruno Marques, vocalista da banda.

Unidos pela amizade da filosofia do surf e pelo amor à música, os amigos do Rio Tavares fizeram a combinação que está dando certo: música, internet e amor à música. Em menos de um ano de formação, a banda ART Project tem hoje mais de 40 mil acessos no site, em 100 países diferentes.

“Disponibilizar as músicas pela Internet permite que nosso som seja ouvido pelo mundo”, diz Bruno, comentando que o site teve acesso até do Irã. O sucesso da banda é tanto que três músicas de autoria própria foram para o Nas Ondas de Noronha, reality show exibido no Esporte Espetacular, em janeiro deste ano.

A galera fez festa e dançou no Parador da Brava no final da tarde deste domingo. “Sou moradora do sul da ilha e acompanho a banda desde a primeira vez que ouvi eles. O som é muito bom, sou fã” diz a estudante Natália Braga que cantou e dançou ao som da banda com seus amigos.

“Tocar na beira da praia é a nossa vibe, ainda mais num evento que valoriza as bandas locais. É muito importante um incentivo como este para valorizar os tantos artistas que temos aqui”, diz o vocalista Bruno.

E semana que vem o ritmo de festa continua. É a vez da escola de samba União da Ilha da Magia esquentar as areias da praia Brava e colocar muito samba no pé da galera!

Foto: Marcos Campos

spot_img
spot_img

Leia mais