19.1 C
fpolis
sexta-feira, dezembro 3, 2021
cinesytem

Adiada a abertura do Maresia Girls International em Florianópolis

spot_imgspot_img

Adiada a abertura do Maresia Girls International em Florianópolis

spot_img

Competição, que vale seis vagas na divisão de elite do Circuito Mundial Feminino, começa às 8h desta terça

A abertura do Maresia Girls International, na Praia Mole, leste de Florianópolis, foi adiada para esta terça-feira, a partir das 8h. A segunda-feira amanheceu com a maré muito seca na Praia Mole. Foi então anunciada uma segunda chamada às 10h. As condições não melhoraram, entrou a chuva com raios e trovões e ao meio-dia foi confirmado o adiamento.

— Nós temos como fazer o evento todo em dois ou três dias, então queremos tentar realizar as baterias na melhor condição de mar possível — , destacou o diretor de prova, Bira Schauffert. Hoje estamos com esse vento forte do quadrante norte, talvez amanhã (terça-feira) com ele mudando mais pra terral as ondas vão melhorar a formação para a gente começar o evento.

O campeonato vale pontuação máxima de 3 mil pontos e é decisivo principalmente para a surfista de Florianópolis, Jacqueline Silva, que está na porta de entrada da zona de classificação para o ASP Tour. A catarinense foi uma das que entraram no mar para testar as condições do mar na segunda-feira e aprovou a decisão da comissão técnica em adiar o início do evento no primeiro dia.

A florianopolitana da Barra da Lagoa também comentou sobre o caráter decisivo da etapa que estréia no calendário mundial da ASP nesta semana.

— Estou querendo fazer um bom resultado aqui para ficar entre as cinco primeiras do ranking e ir para o Havaí um pouco mais tranqüila. Como a Praia Mole é um lugar que treino sempre, conheço bastante a onda e quero aproveitar isso, embora as meninas também estão surfando muito bem, o nível técnico é altíssimo, mas vou dar meu máximo aqui, podem esperar.

Esta é a penúltima etapa da corrida pelas seis vagas para a divisão de elite do Circuito Mundial Feminino, sendo decisivo para várias surfistas.

Primeira fase do Maresia Girls International:

1.a: Nikita Robb (AFR), Claudia Gonçalves (BRA), Barbara Segatto (BRA), Johanne Defay (FRA)
2.a: Laura Enever (AUS), Tarryn Chudleigh (AFR), Taís de Almeida (BRA)
3.a: Sage Erickson (EUA), Pauline Ado (fRA), Luana Coutinho (BRA), Susã Leal (BRA)4.a: Silvana Lima (BRA), Valeria Sole (PER), Mizuki Hagiwara (JAP), Marina Rezende (BRA)
5.a: Claire Bevilacqua (AUS), Amadine Sanchez (FRA), Gabriela Leite (BRA), Anne Cecile Tallec (FRA)
6.a: Alana Blanchard (HAV), Bethany Hamilton (HAV), Chantalla Furnaletto (BRA)
7.a: Jacqueline Silva (BRA), Justine Dupont (FRA), Juliana Quint (BRA), Marina Werneck (BRA)
8.a: Paige Hareb (NZL), Sayuri Hashimoto (JAP), Anali Gomez (PER), Aloha Maciel (BRA)
9.a: Coco Ho (HAV), Freya Prumm (AUS), Lakey Peterson (EDUA), Danielle Ohayon (JAM)
10: Nicola Atherton (AUS), Cannelle Bulard (REU), Monik Santos (BRA)
11: Courtney Conlogue (EUA), Ornella Pellizzari (ARG), Camila Cassia (BRA), Natali Paola (BRA)
12: Bruna Schmitz (BRA), Suelen Naraisa (BRA), Diana Cristina (BRA)

spot_img
spot_img