25.4 C
fpolis
quinta-feira, janeiro 20, 2022
cinesytem

Aluno de moda cria canal em redes sociais para ensinar corte e costura de forma gratuita

Aluno de moda cria canal em redes sociais para ensinar corte e costura de forma gratuita

spot_img

“Minha ideia é trazer dicas e ajudar aquelas pessoas que querem aprender, porém não tem condições de pagar por um curso”, explica Willian Ortiz, aluno de design de moda da Estácio São José

Estudante do curso de design de moda da Estácio, Willian Ortiz criou um projeto on-line para ensinar corte, costura e modelagem para pessoas que não tem condições financeiras de pagar por um curso. Presente no instagram e no Youtube, o Menino Costureiro ensina truques e dá dicas de moda e costura.   

“Quando atuei em monitorias na Estácio, auxiliando outros estudantes, sempre recebi elogios por dizerem que conseguia explicar as coisas de forma simples. Com a pandemia, surgiu a ideia de compartilhar meus conhecimentos nas redes sociais”, diz Willian.

O aluno gravou um primeiro vídeo para o IGTv como teste. A receptividade foi tão boa que ele decidiu seguir em frente, principalmente tentando ajudar pessoas que possam usar a costura como geradora de rendas. “A maior parte dos questionamentos que recebi sempre vieram de pessoas mais carentes, em sua maioria de mulheres de mais idade, grupo de risco no meio desse cenário de pandemia. Isso me motivou ainda mais a produzir conteúdo para incentivar essas pessoas a permanecer em suas casas”.

Willian explica que o projeto pretende proporcionar a essas pessoas uma opção a mais de renda. Atualmente o perfil @willian0rtiz/Menino Costureiro tem mais de três mil seguidores no Instagram e 1,2 mil inscritos no YouTube.

A coordenadora do curso de Design de Moda da Estácio São José, Jamilly Machado, diz que a formação do profissional vai muito além dos livros quando ele coloca em prática seus conhecimentos e busca uma forma de contribuir com a comunidade. “Todo designer pode cumprir um papel social. Mais do que desenhar produtos que despertem o desejo de compra, estamos em um momento de olhar para nossa comunidade, de contribuir com responsabilidade social. É gratificante ver este trabalho e saber que nossos alunos estão cumprindo este papel”, diz a coordenadora.

spot_img
spot_img