10.7 C
fpolis
quarta-feira, setembro 22, 2021
cinesytem

Avaí e Figueirense vão homenagear profissionais da imprensa que morreram no acidente da Chapecoense

spot_img

Avaí e Figueirense vão homenagear profissionais da imprensa que morreram no acidente da Chapecoense

spot_img

O jornalista do Diário Catarinense, André Podiacki, e o cinegrafista da RBS, Djalma Araújo, terão seus nomes gravados para sempre nos estádios de Avaí e Figueirense. Os dois profissionais da imprensa morreram na tragédia com o avião que levava a delegação da Chapecoense para o primeiro jogo da final da Copa Sulamericana, na Colômbia. 

O Avaí vai nomear com os seus nomes as cabines “Imprensa Escrita” e “Cabine Central de TVs” do estádio Dr. Aderbal Ramos da Silva (Ressacada). Em homenagem ao jornalista André Podiacki, a cabine “Imprensa Escrita” passará a se chamar “Cabine de Imprensa Escrita André Podiacki”. Para homenagear o cinegrafista Djalma Araújo, a “Cabine Central de TVs” passará a se chamar “Cabine Central de TVs Djalma Araújo”.

Já o Figueirense, em homenagem ao jornalista do Diário Catarinense, André Podiacki, torcedor e sócio do clube, nomeará a sala de imprensa do Estádio Orlando Scarpelli com o nome do profissional.

O cinegrafista da RBS, Djalma Araújo, que também participava da cobertura diária do clube, será homenageado com um espaço dentro da sala de imprensa do Centro de Formação e Treinamento do Cambirela.

 

spot_img
spot_img

Leia mais