24.4 C
fpolis
domingo, janeiro 23, 2022
cinesytem

Brasil Top Secret traz a Florianópolis um novo conceito em festas infantis

Brasil Top Secret traz a Florianópolis um novo conceito em festas infantis

spot_img

Enquanto se divertem, crianças de 4 a 14 anos aprendem na pratica os conceitos de ciências e matemática

O Brasil tem 45,9 milhões de pessoas entre 0 e 14 anos segundo o Censo de 2010 do IBGE. O número, quase um quarto da população, mantém aquecido o mercado de festas e eventos infantis, que movimenta, somente em São Paulo, quase R$ 500 milhões por ano, e que nos últimos três anos cresceu 50% no Brasil, segundo o Sebrae. Apostando nisso, a Top Secret Science & Math acaba de desembarcar no Brasil propondo uma forma diferente de animação de festas, que aproveita para ensinar conceitos abstratos de matemática e ciências.

Resultado: aniversários e outros eventos estão cada vez mais sofisticados. As piscinas de bolinhas, camas elásticas e palhaços agora dividem espaço com novidades como as trazidas ao país pela Brasil Top Secret Science & Math, franquia nacional da empresa que faz sucesso nos Estados Unidos ao oferecer uma forma diferente de animação de festas e eventos. “As crianças se divertem brincando e realizando experiências. Enquanto isso, aprendem ciências e matemática na prática”, diz o diretor da empresa, Ernani Fajgenbaum.

O método da Brasil Top Secret é simples. Crianças de 4 a 14 anos brincam de fazer experiências mirabolantes – abrir um furo na mão usando apenas uma luneta de papel ou criar um vulcão em uma garrafa PET. Com auxílio de monitores treinados especialmente para isso, aprendem com experiências praticas, colocando a “mão na massa” conceitos de física, química, matemática e outras áreas da ciência. As brincadeiras duram em média uma hora e a criança ainda leva as experiências para casa, de forma que podem continuar aprendendo e se divertindo com os pais e irmãos.

Nos Estados Unidos, mais de 12 milhões de crianças já fizeram experiências com monitores da empresa, criada em 1995 como um braço do Centro de Ciências de Massachusetts. Lá, segundo avaliação feita em 2005 pela Fundação Nacional de Ciência, apenas 28% dos professores do ensino fundamental se consideravam capacitados a ensinar ciências. No Brasil, também há deficiências a enfrentar. Em 2009 os brasileiros ocuparam, respectivamente, a 53º e a 57º posições na avaliação PISA de ciências e matemática. As provas são feitas em 65 países para verificar a situação educacional.

“A criança brinca e se diverte de forma inteligente, pois com auxílio do lúdico alguns conceitos fixam mais facilmente na memória. Além disso, o entendimento prático da ciência e matemática ajuda os estudantes a tomar gosto por essas disciplinas”, diz o diretor da Brasil Top Secret Science & Math, Ernani Fajgenbaum.

spot_img
spot_img