24.2 C
fpolis
sexta-feira, outubro 22, 2021
cinesytem

Café Philo discute o silêncio em Maurice Blanchot hoje na Fundação Cultural Badesc

spot_img

Café Philo discute o silêncio em Maurice Blanchot hoje na Fundação Cultural Badesc

spot_img

Mais uma do Café Philo ocorre nesta quarta-feira, 19, das 19h às 22h, no Auditório da Fundação Cultural Badesc, no Centro da cidade. Eleonora Frenkel, professora de Literatura da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) falará sobre “Maurice Blanchot e o silêncio da palavra”.

A pesquisadora vai abordar o esvaziamento do ser pela sua ausência na palavra a partir da obra de Blanchot “A literatura e o direito à morte” (1949). Provocada pelas reflexões do filósofo francês, Eleonora propõe uma discussão sobre a qualidade e a intensidade do silêncio na literatura moderna, cujo desafio é justamente ocupar-se do esvaziamento da linguagem.

O Café Philo é um projeto de extensão coordenado pelo professor de Literatura e Linguística Pedro de Souza, do Centro de Comunicação e Expressão da UFSC, em parceria com Secretaria de Cultura da UFSC (SeCult) e Aliança Francesa.

O escritor e ensaísta francês Maurice Blanchot nasceu em 22/12/1907, no interior da França, e morreu em 20/02/2003, aos 95 anos. Era filho de uma rica família católica. Estudou literatura alemã e filosofia. Escritor exigente, construiu uma obra difícil e sem concessões.

A Fundação Cultural Badesc fica na Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro.

spot_img
spot_img