19.6 C
fpolis
terça-feira, setembro 21, 2021
cinesytem

Carreira: Investir em uma graduação tradicional ou empreender?

spot_img

Carreira: Investir em uma graduação tradicional ou empreender?

Nova graduação em Empreendedorismo da Estácio possibilita a qualificação para quem deseja empreender ou atuar no setor

De acordo com levantamento feito pelo Sebrae, com base em dados do Caged do Ministério da Economia, os pequenos negócios, nos últimos 12 meses, apresentaram um saldo positivo de mais de 2 milhões de empregos, o que significa 71,8% das vagas criadas no país. Número quase três vezes superior ao das médias e grandes empresas que contrataram, entre julho de 2020 e julho de 2021, 717.029 trabalhadores.

De acordo com o relatório da Global Entrepreneurship Monitor – GEM 2020, o número de empreendedores iniciais motivados por necessidade saltou de 37,5% para 50,4%, o mesmo nível de 18 anos atrás. A pesquisa também detectou que o contingente de pessoas que está entrando agora no mercado como empreendedores, os empreendedores nascentes — grupo de pessoas que nos últimos 12 meses realizaram alguma ação visando ter um negócio próprio ou tem uma empresa com, no máximo, três meses de operação — cresceu 25% e atingiu o maior patamar da série histórica, com uma taxa que representa 10,2% da população adulta.

Mas afinal, o que é empreendedorismo?

O termo “empreendedor” é cada vez mais utilizado para definir pessoas capazes de identificar problemas, oportunidades e encontrar soluções inovadoras. Isso não significa que um empreendedor seja, necessariamente, um empresário e vice-versa. Empreendedorismo é a capacidade que uma pessoa tem de identificar problemas e oportunidades, desenvolver soluções e investir recursos na criação de algo positivo para a sociedade. Pode ser um negócio, um projeto ou mesmo um movimento que gere mudanças reais e impacto no cotidiano das pessoas. 

“Um bom profissional em empreendedorismo deve ser inovador, flexível, ter autonomia e muita visão de futuro. A ousadia também é uma característica de um bom empreendedor. As habilidades humanas são bastante exigidas desse profissional, deve gostar de trabalhar em e com equipe. Ser ético, comunicativo, para poder se conectar e estabelecer um bom vínculo com as pessoas”, explica Janaina Carvalho Águia, coordenadora dos cursos de Empreendedorismo e de Marketing Digital da Estácio, na modalidade de Ensino Digital.

De acordo com dados do Sebrae, o Brasil apresenta grande potencial para o empreendedorismo e, conforme relatório apresentado pelo Global Entrepreneurship Monitor (GEM), a taxa de Empreendedorismo é de 38,7 (2019), segundo melhor patamar total de empreendedores, desde 2002. São mais de 53,4 milhões de brasileiros se dedicando ao negócio próprio.

Os resultados fizeram com que o Brasil chegasse à marca de quarta maior Taxa de Empreendedorismo Inicial em 2019. O estudo foi realizado com 55 países – na ocasião, a marca foi superior às registradas nos países do BRICS (EUA, Colômbia, México e Alemanha).

E como me preparar para empreender?

Muitos estudantes irão se perguntar como poderão identificar as oportunidades para empreender. Muitos cursos podem direcionar os estudantes para responder a esta questão, mas encontrar um com um bom diferencial fará com que ele se destaque. O Curso Superior de Tecnologia em Empreendedorismo oferecido pela Estácio propõe graduar tecnólogos que sejam profissionais aptos para o desenvolvimento de suas habilidades e competências no âmbito do empreendedorismo, com foco na tomada de decisões de forma segura e aplicação de técnicas de mercado efetivas em sua área de atuação.

“É uma graduação com titulação tecnológica, que tem como objetivo desenvolver a autonomia, visão de futuro, capacidade de planejamento, organização, disciplina e ousadia, que são características presentes na vida de um empreendedor. Em sua rotina deverá ter iniciativa, flexibilidade, lidar com pessoas e liderar equipes”, explica a coordenadora do curso de Empreendedorismo.

O estudante desta graduação terá conhecimento e identificação de diversas tendências de mercado, como a experiência do usuário ou UX (User Experience). Esta é uma tendência que merece destaque quando se trata do empreendedorismo digital. Este ponto tem relação direta com o maior uso de dispositivos móveis e com crescimento das compras online. A experiência do usuário (UX) vai definir, por exemplo, um design mais agradável e poderá facilitar a navegação como um todo, com fatores como a responsividade. 

Com duração de 2 anos – 4 períodos, a Estácio oferece o curso de graduação digital em Empreendedorismo e pretende despertar nos alunos a capacidade de buscar respostas inovadoras para os problemas, transformando dificuldades em oportunidades. Entre as principais disciplinas estão “Empreendedorismo”; “Design e Organização de Eventos”; “Planejamento e Gestão Estratégica”; “Marketing Digital e Mídias Sociais”. Após a formação, os profissionais poderão gerir seu próprio negócio, trabalhar em empresas de pequeno, médio e grande porte, escolas, consultórios, clínicas e hospitais. Em todo lugar há sempre uma oportunidade para o empreendedor.

E qual é o perfil de um empreendedor?  

Um bom profissional em empreendedorismo deve ser inovador, flexível, ter autonomia e muita visão de futuro. Aquele que quer ter um negócio próprio, ou que já tem e está pensando em aprimorá-lo, ou tem planos de crescimento, ou mesmo pretende implantar novos projetos e ficar à frente de empreendimentos inovadores em uma grande empresa.

A ousadia também é uma característica de um bom empreendedor. As habilidades humanas são bastante exigidas desse profissional, deve gostar de trabalhar em e com equipe. Ser ético, comunicativo, para poder se conectar e estabelecer um bom vínculo com as pessoas. 

Para conhecer o novo curso superior em Empreendedorismo, disponível na modalidade digital, acesse estacio.br.

Ensino Digital, um modelo contemporâneo com qualidade acadêmica

Com mais 50 anos de tradição no ensino superior, a Estácio é uma das universidades pioneiras no ensino a distância e na utilização de aplicativos educacionais e games de aprendizagem, incluindo realidade virtual. No Ensino Digital da Estácio, metodologias e conteúdos nativos digitais de alto padrão acadêmico permitem um melhor aproveitamento para os estudantes ao proporcionar aulas dinâmicas para mais de 460 mil alunos em 1.500 Polos de Ensino Digital, distribuídos em todo o País. 

O desenvolvimento de um ensino digital de qualidade é possível com expertise acumulado, pesquisa contínua, investimentos robustos e profissionais especializados. Na Estácio, este alto investimento é absorvido e diluído, o que possibilita a instituição levar um ensino de qualidade, em escala, para mais de milhares de estudantes. Com conceito máximo no MEC, o Ensino Digital da Estácio, oferta dezenas de cursos de graduação em uma plataforma de ensino 100% Digital, com conteúdos que podem ser acessados de qualquer dispositivo, on e offline, garantindo aos alunos, professores e pesquisadores maior mobilidade, com acesso ilimitado. Na instituição, o antigo EaD deu lugar a um novo modelo de ensino de qualidade superior, contemporâneo e disponível em grande escala, o Ensino Digital Estácio.

editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img
spot_img

Leia mais