14.5 C
fpolis
quarta-feira, outubro 20, 2021
cinesytem

Comcap recolhe 11 toneladas de resíduos na região do Monte Cristo e nas marginais da Via Expressa

spot_img

Comcap recolhe 11 toneladas de resíduos na região do Monte Cristo e nas marginais da Via Expressa

spot_img

A Comcap realiza uma força-tarefa para eliminação de pontos de descarte irregular de resíduos na região continental de Florianópolis. Nos primeiros dias desta semana, foram recolhidas 11 toneladas de resíduos na região do Monte Cristo e nas marginais da Via Expressa.

De acordo com o presidente da Comcap, Carlão Martins, foram integradas as equipes de remoção, somando 18 pessoas, para dar um choque de limpeza na região de acesso à cidade.

Na divisa entre Florianópolis e São José, a Comcap está solicitando que as municipalidades providenciem suporte com abordagem às pessoas em situação de rua, para evitar que voltem a descartar lixo em áreas públicas. No Monte Cristo, ruas que estavam obstruídas, passaram a ter acesso a pedestres.  As marginais da Via Expressa também foram limpas.

Força-tarefa

“Estamos fazendo um esforço redobrado para limpar tudo, para acabar com os pontos de descarte irregular, e depois seguiremos com a manutenção da área”, confia o responsável pela remoção nos bairros continentais Luiz Dorizete Pinto. Além do trabalho de remoção de lixo pesado, a região recebeu atenção das equipes de roçagem, com manutenção às praças e passeios, aponta.

De acordo com o gerente de Remoção Especial, Ricardo Nunes, “a Comcap não se cansa, mesmo que às vezes pareça enxugar gelo”. A “via-sacra” do continente inclui a limpeza do ponto de entrega voluntária (PEV) do Monte Cristo, ao lado da Associação Recicladores Esperança (Aresp).

Na operação emergencial, estão sendo usados, além da mão de obra braçal, um equipamento roll-on-roll-off com caminhão truck, que já recolheu três caçambas de grande porte, uma retroescavadeira e uma caixa estacionária.
Agora à tarde vou fazer alguns registros da remoção desse resíduo pra compartilhar com você.

Ecopontos disponíveis

Carlão Martins apela aos moradores e vizinhos que os resíduos volumosos sejam encaminhados aos Ecopontos da Comcap. Os resíduos são recebidos sem qualquer cobrança até um metro cúbico por dia (volume de uma caixa d’água grande). Na área continental, o Ecoponto de Capoeiras, que fica na Rua Professor Egídio Ferreira, no terminal desativado, tem recebido 700 visitas por mês e encaminhado 60 toneladas de resíduos. No Itacorubi, o Ecoponto da Comcap registra uma frequência média mensal de 1.030 visitas que entregam cerca de 80 toneladas. E o mais recente, o Ecoponto do Morro das Pedras já movimenta 614 visitas/mês e 50 toneladas.

“A Comcap gasta mais de R$ 1 milhão ao ano para limpar os pontos de descarte irregular. É dinheiro do contribuinte literalmente jogado no lixo. O cidadão de bem não pode mais acobertar esse crime ambiental e, o que é pior, esse descuido com o outro, com o vizinho, com a cidade. É preciso começar a levar os resíduos para o lugar certo”, propõe Carlão Martins.  

As informações são da Secretaria de Comunicação da Prefeitura da Capital. 

spot_img
spot_img