15.6 C
fpolis
quinta-feira, outubro 21, 2021
cinesytem

Cresce apoio para criação de CPI para investigar o Transporte Público de Florianópolis

spot_img

Cresce apoio para criação de CPI para investigar o Transporte Público de Florianópolis

spot_img

Ao que tudo indica, o Transporte Público de Florianópolis finalmente será tema de debate na Câmara de Vereadores. Um abaixo-assinado solicitando uma CPI sobre o tema, criado pelo movimento Acredito, recolheu milhares de assinaturas em curto espaço de tempo e os políticos da capital catarinense não puderam ficar alheios ao clamor da sociedade. 

No dia 4 de fevereiro, quando os vereadores voltarem do recesso, o pedido de abertura da CPI será analisado. A solicitação já conta com o apoio inclusive do prefeito da Capital. Gean Loureiro quer que o contrato do transporte licitado na gestão anterior seja estudado pelos vereadores. Dez vereadores já se mostraram favoráveis à CPI, e um pedido oficial para a sua abertura já foi protocolado pelo vereador Renato Geske. 

O estopim para a mobilização do movimento Acredito em relação ao transporte coletivo foi o aumento no preço da tarifa. Quem utiliza ônibus urbano em Florianópolis paga R$ 4,40 na passagem (R$4,18 no cartão), Os valores colocam Florianópolis como a segunda capital brasileira onde a tarifa do transporte público é mais cara, perdendo apenas para Belo Horizonte (MG). 

spot_img
spot_img