18.3 C
fpolis
terça-feira, agosto 16, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Criação da primeira criptomoeda: 31 de outubro foi o aniversário do bitcoin, a criptomoeda mais influente do mundo, como a ideia de Satoshi Nakamoto mudou a economia digital

spot_imgspot_img

Criação da primeira criptomoeda: 31 de outubro foi o aniversário do bitcoin, a criptomoeda mais influente do mundo, como a ideia de Satoshi Nakamoto mudou a economia digital

spot_imgspot_img

Histórico de desenvolvimento e recursos do Bitcoin

No último dia 31 de outubro a criptomoeda mais amada do mundo fez aniversário. Já são 13 anos desde que o misterioso programador, ou programadores, de alcunha Satoshi Nakamoto lançaram o manifesto chamado “Um Sistema de Dinheiro Eletrônico Peer-to-Peer” que deu origem o ativo digital que revolucionou o mundo dos negócios, o Bitcoin.

Devido a sua alta valorização (atualmente um Bitcoin preço está valendo por volta de R $60 mil dólares) a criptomoeda atraiu, nos últimos tempos, a atenção de muitas pessoas. De 2020 para cá, ela foi o ativo que mais recuperou valor de mercado depois da queda generalizada provocada pela pandemia. Inclusive, valorizando mais até que o ouro. Afinal, o que faz o Bitcoin ser tão valioso?

Bom, a criptomoeda trouxe ao mundo a tecnologia da blockchain, uma espécie de livro contábil digital que contém todas as informações transacionais e de propriedade da moeda. É uma tecnologia segura e altamente confiável, que já é utilizada por diversos setores econômicos para transacionar diferentes tipos de negociações e firmar contratos.

Como nasceu a ideia do bitcoin

Planejado para ser uma moeda digital totalmente segura e livre de interferência dos Estados, em pouco tempo o Bitcoin se reinventou. Atualmente, a criptomoeda é considerada mais uma reserva de valor e menos uma moeda digital. Isso porque, milhões de pessoas ao redor do mundo escolheram o Bitcoin para valorizar e aumentar o patrimônio.

Além disso, o Bitcoin é escasso. São apenas 21 milhões de unidades que serão lançadas no mercado até o ano de 2141, segundo estimativas. Essa escassez leva muitos especialistas a comparar o Bitcoin ao Ouro e Prata, minérios também escassos e transformados em reservas de valor nas últimas décadas.

Esses dados indicam que o Bitcoin caiu de vez no gosto das pessoas e vem se consolidando como a principal reserva de valor dos mercados. Mas, mesmo com esses dados, nada explica porque milhares de pessoas retiram dinheiro de ativos produtivos, como Apple e Facebook, e investem em uma criptomoeda digital que nem sequer é aceita pelos países como método de pagamento.

O que se sabe sobre o Criador?

Apesar do lançamento do manifesto, foi apenas quando um programador americano fez um tweet em 11 de janeiro de 2009, que o mundo conheceu o Bitcoin. Até então, ninguém ouvira falar do Bitcoin, mas Hal Finney deu vida à palavra ao dizer no seu twitter que estava rodando o bitcoin.

Inclusive, foi Hal Finney o primeiro homem na face da terra a receber uma transferência de Bitcoin, de Satoshi Nakamoto. Teses indicam que Hal Finney era o próprio Satoshi Nakamoto. Entretanto, ele morreu em 2014, vítima de uma doença degenerativa, sem confirmar essa teoria. No entanto, ele pediu para ser congelado até que seja descoberto uma tecnologia que possa vencer a morte.

Quem sabe, quando Finney ressuscitar ele revele detalhes e diga quem realmente criou o Bitcoin, se foi ele ou publique a identidade, ou identidades, de Satoshi Nakamoto. Até lá, teremos que nos contentar com as especulações, sem saber de fato quem são os criadores dessa moeda que revolucionou o mundo digital e o universo dos investimentos.

2010 – Duas pizzas milionárias

O bitcoin ainda era pouco conhecido quando um sujeito chamado Laszlo Hanycz fez uma coisa que hoje muitos consideram uma loucura, mas na época não passava de uma brincadeira. Ele postou em um fórum dedicado à moeda que pagaria 10 mil bitcoins para quem comprasse duas pizzas e as entregasse na casa dele.

Na época, a moeda era desconhecida e apenas programadores as possuíam e pessoas envolvidas com o mundo digital possuíam Bitcoin. No caso de Hanycz, ele era programador e conhecia a moeda. Segundo ele, havia comprado Bitcoins do próprio Satoshi Nakamoto e também da mineradora Bitcoin.

Minerar Bitcoin é uma das formas de obter a criptomoeda. Funciona da seguinte forma, cada Bitcoin é uma rede de complexas fórmulas matemáticas. Quem conseguir solucionar as equações matemáticas, recebe em troca uma quantidade de Bitcoin.

Essa espécie de puzzle foi o que alavancou o desenvolvimento dos bitcoins ainda no estágio inicial. De passatempo, como para Hanycz, minerar bitcoin se tornou umas das atividades mais lucrativas do mundo.

Inclusive, Laszlo comprou as pizzas e pagou os 10 mil bitcoins ao comprador. Aquelas pizzas que valiam por volta de $41 dólares, saíram por uma bagatela de $330 milhões em conversão atual.

Impacto do Bitcoin no mercado financeiro global

Ao longo dos anos, o Bitcoin foi se popularizando, deixando de ser uma moeda digital para se tornar uma reserva de valor. Em razão da segurança da sua cadeia de construção em blockchain e também pela confiabilidade das informações contidas, o blockchain passou a ser usado para outros tipos de negócios.

Em 2014 um artista resolveu fazer uma arte digital e lastrear a propriedade da obra em vários cripto ativos, criando tokens não fungíveis (NFT em inglês), que funcionam como o Bitcoin. Cada NFT é único e dá direito a determinada parcela da propriedade de uma obra de arte ou qualquer outro bem. Assim, ao comprar uma NFT o comprador está comprando a propriedade do bem.

Foi um grande salto para o mercado dos bitcoins e das criptomoedas. Atualmente, diversos jogos são lançados com base em NFT e muitos artistas estão criando músicas, pinturas, roupas e outras obras de arte e vendendo no formado de NFT. Tudo isso graças ao Bitcoin.

Bitcoin nos dias de hoje

Nos últimos anos, muito aconteceu no universo das criptomoedas e que só impulsionaram o valor do Bitcoin. Atualmente, existem diversas outras criptomoedas, como a Ethereum e seus contratos inteligentes, e a blockchain, tecnologia nascida para dar vida ao Bitcoin, passou a ser usada por diversas empresas e startups dos mais diferentes segmentos do mercado.

A criptomoeda que nasceu para ser uma espécie de moeda digital, se tornou uma reserva de valor que se valoriza a níveis estratosféricos. Em apenas um ano, o Bitcoin preço saltou 122% e a moeda entrou oficialmente para lista de ativos a serem investidos nas principais bolsas de valores do mundo. Cada vez mais pessoas buscam na Bitcoin uma forma de aumentar o patrimônio.

editor.deolhonailhahttps://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img

Leia mais