19.1 C
fpolis
quinta-feira, dezembro 2, 2021
cinesytem

Deflagrado o planejamento para o Carnaval de 2011 de Florianópolis

spot_imgspot_img

Deflagrado o planejamento para o Carnaval de 2011 de Florianópolis

spot_img

Prefeitura de Florianópolis, Liesf e escolas de samba discutem propostas para assinatura do convênio que vai garantir o espetáculo na Passarela Nego Quirido no ano que vem

O prefeito Dário Berger recebeu na manhã desta quarta-feira (05/05) diretores da Liga das Escolas de Samba de Florianópolis e presidentes das cinco agremiações carnavalescas que participam do desfile oficial. O encontro deflagrou o processo de planejamento do carnaval de 2011, e que inclui a definição da data de assinatura do convênio com as escolas de samba e cronograma para repasse de recursos visando garantir o espetáculo na passarela Nego Quirido.

Durante o encontro o presidente da Liesf, Zeca Machado, ressaltou a importância da liberação de ajuda financeira do município às agremiações entre junho e dezembro, a fim de baratear as despesas com mão-de-obra e material, visto que os produtos carnavalescos ficam mais caros na medida em que se aproxima a data do desfile. “Hoje o carnaval evoluiu muito. É o maior teatro ao ar livre da face da terra e, por isso, carece de mais investimentos para manter a qualidade”, justificou Zeca Machado.

Conforme a planilha apresentada na reunião, o orçamento da Copa Lord, Protegidos da Princesa, União da Ilha da Magia, Coloninha e Consulado para o desfile no próximo ano está estimado em cerca de R$ 1,5 milhão por escola de samba. Os recursos para cobrir essas despesas devem ser captados junto à Prefeitura de Florianópolis, Governo do Estado, patrocinadores privados e com a venda de fantasias.

Em 2010, a Prefeitura da Capital repassou a cada agremiação o valor de R$ 400 mil. Ao receber o documento com o planejamento de 2011, o chefe do Executivo Municipal comprometeu-se a avaliar com assessores sobre o tamanho da participação do município. “É preciso buscar também novas parcerias e o apoio de empresas com força empresarial para dividir as responsabilidades. Com isso, vamos garantir que o carnaval da cidade se profissionalize e evolua cada vez mais”, concluiu o prefeito.

spot_img
spot_img