20.7 C
fpolis
sexta-feira, dezembro 3, 2021
cinesytem

Fatma e PRE fazem blitzes em caminhões limpa-fossa

spot_imgspot_img

Fatma e PRE fazem blitzes em caminhões limpa-fossa

spot_img

Dando continuidade à força-tarefa para melhorar a balneabilidade das praias em Florianópolis, a Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina (Fatma) iniciou hoje (06), uma nova operação: as blitzes contra caminhões limpa-fossa que não possuem licença para atuarem. Na manhã desta quarta-feira, no posto de pedágio desativado da SC-401, fiscais da Fatma em conjunto com a Polícia Rodoviária Estadual abordaram todos os veículos limpa-fossa que trafegavam. Houve a notificação de um veículo por apresentar documentação incompleta. A operação visa coibir a ação de muitos caminhões que podem estar atuando de forma irregular e despejando resíduos em locais prejudiciais ao meio ambiente, como em rios e canais, conforme inúmeras denúncias recebidas pelo órgão.

De acordo com o presidente da Fatma, Gean Loureiro, a operação limpa-fossa vai se dividir em duas etapas: “Num primeiro momento, vamos fazer uma triagem para ver se todos estão devidamente licenciados para atuarem. Em seguida, vamos estudar uma forma de obrigar todas as empresas a instalarem rastreadores nos veículos para que a Fatma possa controlar os trajetos”. Ainda segundo o presidente, o simples fato de ter licença não prova necessariamente que o despejo dos resíduos está acontecendo de forma correta. “Os rastreadores vão nos dar a segurança necessária para que saibamos que o despejo está acontecendo da forma correta, conforme determinação da licença expedida” conclui.

A força-tarefa para melhorar a balneabilidade das praias de Florianópolis foi iniciada pela Fatma no mês de fevereiro, englobando diversas secretarias da Prefeitura de Florianópolis, além da Casan e Agesan. Problemas pontuais como as ligações clandestinas de esgotos e a limpeza dos rios do Brás (Canasvieiras) e Capivari (Ingleses), além da Lagoa da Conceição, estão sendo atacados de forma emergencial. Os três pontos se mostraram os mais problemáticos na questão de poluição durante esta temporada.

A blitz que iniciou hoje será espalhada por outros pontos da cidade em dias diferentes da semana, não divulgados pelos fiscais para não comprometer a eficácia da operação. De acordo com Gean Loureiro, a intenção da operação é pedagógica: “Não queremos simplesmente sair multando, nossa intenção é que todas as empresas se regularizem e façam o procedimento do transporte de resíduos correto”.

spot_img
spot_img