23.1 C
fpolis
terça-feira, novembro 30, 2021
cinesytem

Figueirense empata com o Guaratinguetá mas se mantém na ponta

spot_img

Figueirense empata com o Guaratinguetá mas se mantém na ponta

spot_img

Mais uma vez a torcida alvinegra fez a diferença no estádio Orlando Scarpelli e com o apoio vindo das arquibancadas ajudou o Figueirense a arrancar um empate com a equipe do Guaratinguetá na noite desta terça-feira (31). A partida que terminou em 2×2 foi válida pela 18º rodada do Campeonato Brasileiro da série B.

O time do Figueirense que aos 22 minutos da primeira etapa perdia a partida por 2×0 provou seu poder de reação, combinando o apoio da torcida e a qualidade do seu futebol para buscar o empate com o Guaratinguetá. O resultado manteve o Figueirense na ponta da tabela de classificação com 35 pontos, dois de vantagem em cima do Coritiba, segundo colocado.

Com as ausências de Wilson e Ygor, suspensos pelo terceiro amarelo, o treinador Márcio Goiano manteve a equipe no mesmo sistema tático dos últimos jogados, promovendo as entradas de Ricardo no gol e Jeovânio no meio campo.

A surpresa entre os relacionados foi a presença do meia Pedro Carmona que apareceu na vaga de Roberto Firmino, que foi vetado pelo departamento médico antes da partida, após sentir a pancada levada no confronto com o Coxa.

O Figueirense que começou a partida imprimindo o seu ritmo acabou sendo surpreendido pela forte marcação e contra ataque em velocidade do time paulista, que abriu o marcador aos 9 minutos com Lúcio Flávio e ampliou aos 22 minutos com Célio.

A reação alvinegra veio dos pés do implacável Reinaldo no último minuto do primeiro tempo. O atacante, que mais uma vez se mostrou decisivo para o Figueirense, chegou aos seu 6º gol com a camisa alvinegra na competição. Juninho que na segunda etapa atuou como meio campo deixou tudo igual no marcador aos 10 minutos do segundo tempo.

Empurrado pela torcida o time alvinegro teve chances de conquistar a virada com direito a bola na trave, para deixar a partida marcada na história da competição, mas acabou ficando no empate, o seu segundo no Scarpelli.

O Figueira fecha o turno da Série B diante do Paraná, no próximo sábado (4) com o Paraná, às 15h50min, no estádio Durival de Brito, em Coritiba. Para a partida o treinador Márcio Goiano terá o desfalque do lateral Juninho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

O jogo

Embalado pela invencibilidade de quatro partidas o Figueirense começou ditando o ritmo, chegando a área adversária na troca de passes rápidos pela direita e teve a primeira chance por esse lado do campo, após cruzamento de Coutinho para Willian, que deixou a bola passar para Bruno chutar em cima do gol.

Marcando forte a saída de bola do Figueirense o Guará aproveitou a falhas da defesa para surpreender no contra golpe e abrir o marcador. O lateral Régis fez boa jogada pela direita e cruzou, Lúcio Flávio entrou pelo meio da zaga, chutou de primeira e abriu o placar no Scarpelli.

O alvinegro que sentiu o gol teve a chance do empate aos 18 minutos com Reinaldo que cabeceou após cruzamento de Juninho, mas a bola bateu na trave.

O Guaratinguetá aproveitou a fragilidade demonstrada pelo time alvinegro para ampliar o marcador com Célio aos 22 minutos, que após receber de Marielson tocou na saída dol goleiro Ricardo.

O Figueirense que chegou a ser dominado no jogo pelo time adversário, não aceitou a desvantagem no placar e teve a primeira chance de diminuir aos 44 minutos com Reinaldo. Após cruzamento de João Filipe, o atacante não conseguiu chegar na bola.

Na raça e com a qualidade dos grandes jogadores, Reinaldo não desperdiçou no minuto seguinte. Após cruzamento de Juninho pela esquerda o atacante fez o giro e mandou para o fundo das redes, diminuindo a vantagem.

O Figueirense entrou na segunda etapa mais ofensivo, com o lateral Helder na vaga de Jeovânio, deixando Juninho livre para criar no meio campo. E com apenas dez minuto de partida deixou tudo igual no placar, após bela assistência de Reinaldo.

O lateral Régis fez boa jogada pela direita e cruzou, a defesa alvinegra falhou e Lúcio Flávio entrou pelo meio da zaga, chutou de primeira e abriu o placar no Scarpelli.

A virada alvinegra quase veio aos 37 minutos, após bela jogada de Coutinho pela direita que cruzou na cabeça de Roger Carvalho. O zagueiro cabeceou e a bola passou tirando tinta da trave do goleiro Jailson.

Ficha técnica

Figueirense
Ricardo; Bruno, João Filipe, Roger Carvalho, Juninho; Jeovânio (Hélder), Coutinho (Jean Carioca), Maicon, Fernandes (Baraka); Willian e Reinaldo.
Técnico: Márcio Goiano

Guaratinguetá
Jaílson; Régis, Vagner, Gustavo Bastos, Renato Peixe; Goéber, Célio, Marielson (Léo Silva), Marcinho; Lúcio Flávio (Marcelo Soares) e Serginho (Leandro).
Técnico: Roberto Fonseca.

Gols do Guaratinguetá: Lúcio Flávio 9 minutos; Célio aos 22 minutos;
Gols do Figueirense: Reinaldo aos 45 minutos do primeiro tempo; Juninho 10 minutos da segunda etapa.

Cartões amarelos: Maicon, Juninho (F), Jaílson, Goeber, Lúcio Flávio, Vagner (G)
Cartão vermelho: Goeber ( G)

Arbitragem: Cláudio Francisco Lima e Silva, auxiliado por Clay Barreto Rios e Thiago Gomes Brigido

Público: 9.378
Renda: R$ 48.457,50

spot_img
spot_img