15.4 C
fpolis
sábado, agosto 13, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Filmes sobre Rembrandt no aniversário do Masc

spot_imgspot_img

Filmes sobre Rembrandt no aniversário do Masc

spot_imgspot_img

O documentário mostra, em capítulos, detalhes sobre a época em que Rembrandt viveu, sua vida e sua obra, sua técnica de pintura, mostra a cidade natal do pintor nos dias atuais e ainda passeia pelos quatro principais museus que abrigam sua obra. Já dias 31 de março, 7 de abril e 14 de abril, sempre às terças-feiras, às 20h, com um ingresso de R$ 5, serão exibidos, respectivamente, “Rembrant”, de Alexander Korda, “A Ronda da Noite”, de Peter Greenaway, e “Rembrandt fecit 1669”, de Jos Stelling.

“Mostrar a vida e a obra de um dos mais importantes pintores mundiais é uma maneira enriquecedora de comemorar o aniversário do nosso Museu de Arte”, afirma a presidente da FCC, Anita Pires.

Produzido na Inglaterra e lançado em 1936, “Rembrandt” é um clássico que tem no elenco Charles Laughton, Elsa Lanchester, Edward Chapman, George Merritt, Gertrude Lawrence, Henry Hewitt, John Bryning, John Clements, John Turnbull, Meinhart Maur, Richard Gofe, Roger Livesey, Walter Hudd. No ano de 1642, em Amsterdã, o grande pintor Rembrandt Van Rijin (Charles Laughton) desfruta de uma vida cheia de fama e fortuna, mas com a morte de sua esposa/musa, seu trabalho encontra a escuridão. Falido e desolado, ele busca consolo nos braços de uma bela jovem, Hendrickje (Elsa Lanchester), uma empregada de sua casa. Para comemorar os 400 anos de Rembrandt, o diretor Peter Greenaway realizou o drama inglês “A Ronda da Noite”, lançado em 2007, obra que tenta mostrar a vida profissional do artista Rembrandt (Martin Freeman), bem como seu romantismo.

O ano 1642 marca uma virada na vida do famoso pintor holandês, que perde o seu status de respeitada celebridade e se transforma num pobre desacreditado. Perante a insistência da sua mulher grávida, Saskia, Rembrandt aceita pintar a Milícia dos Mosqueteiros de Amesterdão, num retrato de grupo que mais tarde ficará conhecido como “A Ronda da Noite”. Drama holandês lançado em 1977, “Rembrandt fecit 1669” tem direção de Jos Stelling. No último ano se sua vida, Rembrandt pintou uma série de auto-retratos que o mostram de forma sombria e solitário em seu estado de espírito. O título do filme remete ao último auto-retrato. O roteiro, porém, não enfoca apenas o artista: mostra também seu modo de ver o mundo. Cada fato da vida de Rembrandt corresponde a uma de suas obras, desde seu casamento com uma mulher rica até o seu abandono, incompreensão e completa solidão. Em seu último auto-retrato, ele encontrou forças para pintar a si mesmo com uma perfeita objetividade e resignação. O diretor Stelling recria de forma detalhada esse momento de Rembrandt, cuja autenticidade permite concluir a real relação do mestre da pintura entre vida e arte.

spot_img

Leia mais