27.7 C
fpolis
domingo, janeiro 16, 2022
cinesytem

Florianópolis investe em eventos e tecnologia

Florianópolis investe em eventos e tecnologia

spot_img

Com metade de seu território ocupado por áreas de preservação permanente, Florianópolis investe cada vez mais na chamada “indústria sem chaminés”, baseada no turismo de eventos e no desenvolvimento tecnológico para gerar riquezas dentro do conceito de desenvolvimento sustentável. Projetos com esse perfil foram deflagrados nesta quinta-feira (09/01), no Sapiens Parque, em Canasvieiras, num evento que contou com a presença do governador Luiz Henrique da Silveira e do prefeito Dário Berger, entre outras autoridades estaduais e municipais.

Na solenidade foi entregue a licença de aprovação do Condomínio Horizontal Sapiens Parque pelo superintendente da Floram, José Carlos Rauen. O documento autoriza a implantação de edificações, ocupando uma área de 4,32 milhões de metros quadrados do parque. Ao todo, o condomínio vai receber 257 unidades de uso privativo e mais 30 edificações de uso comum, além de praças, lagos e áreas verdes. “Fiz questão de assinar o projeto como engenheiro civil porque acredito que esse equipamento vai gerar empregos de alta qualidade”, disse Rauen.

Também foi entregue no evento a licença ambiental para implantação das primeiras edificações no complexo do Norte da Ilha. Foi ainda assinado o convênio para a execução das obras dos lagos e do sistema viário interno que vai interligar o condomínio à estrutura do parque. Na mesma ocasião foi lançado o edital para início das obras de implantação do Instituto de Petróleo, Energia e Gás – INPETRO, que vai propiciar a instalação de laboratórios especializados no local.

Por conta de um outro convênio, o Sapiens Parque vai receber 120 empresas nascentes de tecnologia beneficiadas pelo Programa PRIME – Primeira Empresa, além do Centro de Referência em Farmacologia Pré-clínica, que vai atender demandas das indústrias farmacêuticas.

Arena Multiuso

Outra obra anunciada durante o evento foi a construção da Arena Multiuso de Florianópolis. Para isso, o Governo do Estado autorizou a desapropriação de um total de 14.500 metros quadrados no complexo. Com cerca de 20 mil metros quadrados de área construída, a arena terá uma quadra poliesportiva com capacidade para 5mil pessoas, além de espaço de 1.500 metros quadrados reservado para realização de eventos, com apoio de um palco reversível para uso interno e externo, bem como dois auditórios e uma área para feiras e exposições. O empreendimento deve contar também com um estacionamento para mil veículos.

Para o prefeito Dário Berger a construção de um equipamento deste nível é imprescindível para que a cidade atraia eventos de porte nacional e internacional. As obras da arena multiuso devem ser concluídas até meados de 2010. “Já temos confirmada a realização da Copa do Mundo de Handebol em 2011, evento que só foi possível trazer porque já teremos a arena concluída”, comemorou o prefeito.

spot_img
spot_img