20.6 C
fpolis
quinta-feira, setembro 23, 2021
cinesytem

Governador assina decreto que acaba com a indicação política para diretores de escola e anuncia nomeação de mais 3 mil profes

spot_img

Governador assina decreto que acaba com a indicação política para diretores de escola e anuncia nomeação de mais 3 mil profes

spot_img

O governador Raimundo Colombo e o secretário da Educação, Eduardo Deschamps, assinaram, nesta terça-feira, 15, o decreto que muda o sistema de escolha dos diretores das escolas estaduais. Também foi anunciada a contratação de três mil novos professores aprovados no concurso de 2012. 

O decreto assinado pelo governador termina com a indicação política de diretores das escolas da rede estadual. A partir de agora, para assumir a direção de uma escola, o professor precisa apresentar um plano de gestão escolar com foco no acesso à educação, na permanência do aluno e no êxito da aprendizagem. A seleção privilegia a competência técnica e a capacidade para atuar como gestor em uma escola.

A primeira etapa desse novo sistema prevê a participação do candidato no curso de gestão escolar com 200 horas de trabalho. A partir daí, o professor estará apto a elaborar o plano de gestão escolar. Depois, o plano será analisado por consultores especialistas em gestão escolar. Por fim, o projeto será referendado pelos alunos, professores e pais. Depois de passar por todas essas etapas, o gestor será nomeado e assinará um termo de compromisso. O plano será avaliado anualmente por uma equipe da Secretaria da Educação, Gerentes Regionais de Educação e o Conselho Escolar das escolas.

Como é um processo que envolve uma mudança cultural nas escolas, haverá um período de transição. Os atuais diretores passarão por um treinamento específicos a partir do dia 21 de outubro em quatro polos e terão até 150 dias para apresentar o seu Plano de Gestão Escolar. Após aprovação pela comunidade escolar, o Plano terá vigência até dezembro 2015.

Três mil professores
A rede pública também terá três mil novos professores efetivos. Será a segunda chamada do concurso de ingresso ao quadro do magistério catarinense realizado em 2012. Mais de 37 mil candidatos participaram da prova e 1.661 professores foram contratados este ano.

A 2ª chamada será feita nos dias 25 e 26 de novembro de 2013 e a posse será em fevereiro de 2014. Os 3 mil novos professores na rede pública estadual estarão na sala de aula no início do ano letivo de 2014. “Essa é a continuação do compromisso firmado pelo governo. Estamos chamando mais 3 mil professores para atuarem na rede de forma consciente e de acordo com a projeção de crescimento no número de alunos para os próximos anos”, enfatiza o secretário.

Homenagem

Um dos homenageados na solenidade foi o professor com admissão mais antiga, Edson de Carvalho, do Cedup Diomício Freitas de Tubarão. “Professor é aquele que, no dia a dia, busca acompanhar a evolução dos acontecimentos, especialmente na sua disciplina, se preocupa em passar ao aluno seus conhecimentos. A função é árdua, mas é gratificante o processo do ensino. Dedico essa homenagem a todos os professores”.
 

spot_img
spot_img

Leia mais