19.4 C
fpolis
segunda-feira, junho 17, 2024
Cinesystem

Histórias contadas em uma cadeira de barbeiro ganham vida pelas palavras de Deivison Pereira

spot_img

Histórias contadas em uma cadeira de barbeiro ganham vida pelas palavras de Deivison Pereira

spot_imgspot_img

Uma obra construída com base em vivências de uma profissão, histórias ouvidas e que foram guardadas por anos e anos em sua recordação, foi assim que Deivison Pereira, barbeiro, deu vida para Crônicas na Cadeira do Barbeiro.

“Sempre guardei em minha memória muitas idéias, de repente, um flash de luz claro, e as histórias de pessoas reais, pessoas estas que tem histórias emocionantes em que não tenha dúvidas, caso fossem celebridades, suas histórias seriam transformadas em filmes, ou melhor, num livro”, afirma o autor.

“Neste meu primeiro livro conto histórias de pais heróis e filhos heróis, histórias de pessoas que não se deixaram levar por circunstâncias de pessoas a sua volta demonstrando assim que tem o poder de trilhar seu próprio destino. Além de histórias de gafes minhas e de clientes, são curtas histórias, porém reveladas com muita emoção por amigos clientes e narradas por mim de igual maneira”, completou Deivison.

A obra é apresentada em forma de crônicas curtas, com uma linguagem simples e direta. “Um livro para ser lido por crianças e adultos, com histórias que prometem sensibilizar todos os leitores, são histórias reais, uma vez que todas ocorreram ou foram contadas dentro da barbearia”, completou.

Sobre o autor

Nasceu em Florianópolis em janeiro de 1973. Seu primeiro trabalho foi aos 6 anos de idade, vendendo bananas recheadas, que eram feitas por sua mãe.

Aos oito anos vendia picolés, aos 13 anos louças de casa em casa, aos 14 anos em vendia jornais em sinaleiras próximo ao Hospital de Caridade.

“Costumava ouvir pessoas reclamando da vida, emprego, governo. Não queria isto para mim. Queria fazer algo de útil, ter uma profissão. Na minha infância e até os 15 anos gostava de ligar para rádios. Meu principal objetivo, ao ligar era conhecer as emissoras por dentro. Na verdade tinha muita vontade de ser radialista ou “locutor”. Até hoje não sei por que não tentei. No ano passado, resolvi começar a escrever um livro, vontade esta já guardada por uns treze anos, e o resultado esta aqui”.

Sobre o evento

Crônicas na Cadeira do Barbeiro (Ed. Editograf, 100 págs.; R$ 17,00) será lançado no próximo dia 10 de junho a partir das 19h30 na Livrarias Catarinense no Beiramar Shopping, Rua Bocaiúva, nº 2468, piso Joaquina, em Florianópolis. A entrada é gratuita. Mais informações: (48) 3271.6001.

spot_img
spot_img
spot_img

Leia mais

spot_img