15.8 C
fpolis
domingo, julho 3, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

IV Congresso Internacional de Tango – Florianópolis 2009

IV Congresso Internacional de Tango – Florianópolis 2009

spot_imgspot_img

Mais de 140 cursistas do Brasil e do Mercosul reúnem-se na Capital catarinense com mestres internacionais do tango

Considerado como o ritmo de salão mais difícil para se dançar a dois, o tango tem raiz africana. A dança tangano foi trazida por negros escravos para a América Central e absorveu novos elementos, quando chegou à Bacia do Prata, gerando o que conhecemos por tango argentino. Esta dança, hoje, é praticada em todos os continentes, com especial desenvoltura pelos povos latinos e notório crescimento entre os japoneses, franceses e alemães. Deixou de ser entretenimento somente dos “antigos” e conquistou a juventude atual com o advento do tango eletrônico. A nova geração de dançarinos tem se empenhado na criação de shows que misturam a ele gêneros diferentes da dança, resultando no chamado tango contemporâneo.

Na Argentina, a Academia Nacional de Tango é um órgão tão respeitado quanto à Brasileira de Letras. Lá, dança-se tango em todos os lugares, inclusive nas ruas. Como toda cultura enraizada e forte, difundiu-se em outras regiões. A literatura, o teatro, o cinema, as artes plásticas acompanharam o tango desde seu berço na música e na dança, propagando-o para todos os cantos do planeta. Hollywood, Broadway, a indústria fonográfica, o cinema europeu e latinoamericano, seguidos pela onipresença da televisão, trataram de fazê-lo conhecido longínqua e rapidamente.

Nas últimas Olimpíadas, em Pequim, era constantemente ouvido durante os intervalos das apresentações dos ginastas, integrando a seleção de músicas de todo o mundo. No Brasil, durante sete meses, de segunda-feira a sábado, em horário nobre, a Rede Globo, abriu um de seus programas de maior audiência, a novela das oito da noite “A Favorita”, com uma versão de eletrônica de tango. A sonoridade, que oscilava entre o divertido e o sensual, caiu no gosto popular. Antes mesmo, os concursos de dança exibidos em rede nacional de televisão já haviam estimulado muita gente a aprender. O aumento da procura por cursos de tango é fato.

De 25 de fevereiro a 1º de março, pelo quarto ano consecutivo, a Ilha de Santa Catarina sediará um dos mais importantes encontros de tango fora da Argentina. Apaixonados e seduzidos por este ritmo que teve sua ascensão na década de 1870, no subúrbio de Buenos Aires, virão de todas as regiões do Brasil e de países do Mercosul para aprender ou aprimorar seus passos. Coordenado pelo bailarino, coreógrafo, diretor e professor de dança de salão Fabiano Silveira, o IV Congresso Internacional de Tango – Florianópolis Tango 2009 tem em sua programação cursos e bailes no Majestic Palace Hotel e espetáculos de música e dança no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC).

CURSOS

As aulas, com turmas nas classes iniciante, intermediária e avançada, serão ministradas diariamente, no piso G2 do Majestic Palace Hotel, na Avenida Beira-Mar Norte – em uma sala de 110 metros quadrados e outras duas de 140 –, por grandes mestres do tango internacional: Osvaldo Zotto e Guillermina Quiroga, Pablo Villarraza e Dana Frígoli, Francisco Forquera e Carolina Bonaventura, Gabriel Angió e Natalia Games, todos de Buenos Aires, mais Fabiano Silveira e Geovana de Oliveira, de Florianópolis.

Além deles, Edson Nunes e Alexandra Kirinus, de Porto Alegre, ensinarão samba e bolero, enquanto as duplas Rodrigo Oliveira e Karina Carvalho, de São Paulo, e Alexandre e Tracy, de Porto Alegre, darão aulas de salsa (novidade em 2009). São cursos paralelos, incluídos desde 2007, a pedido dos próprios alunos, principalmente, estrangeiros.

Ao todo, serão 68 horas de aulas ministradas por oito casais-professores, das 10h00 às 18h45, divididas em cinco turnos, de acordo com a categoria do aluno, ritmo e professores escolhidos. As inscrições podem ser feitas até no dia do evento, por meio do site www.fabianosilveira.com <http://www.fabianosilveira.com/> ou, pessoalmente, no Studio de Dança Fabiano Silveira, na Rua São Jorge, nº 202, centro. O pacote completo dá direito a um total de dezoito aulas de uma hora e quinze minutos cada uma, acesso aos bailes e um ingresso para cada noite de espetáculo. Haverá monitores para dar suporte às aulas e bailes. O custo por pessoa é de R$ 500,00. Sócios da Associação Catarinense de Dança de Salão (ACADS) têm 50% de desconto. Quem preferir, pode freqüentar aulas avulsas, ao custo de R$ 30,00 individual ou R$ 50,00 o casal.

BAILES

Cinco bailes animados por DJ foram programados em uma área de 750 metros quadrados do piso G2 do Majestic Palace Hotel. A festa de abertura está marcada para o dia 25, a partir das 22h30. No dia 26, o baile iniciará às 22h00, tendo como atração uma rápida apresentação dos bailarinos Alexandre e Tracy, de Porto Alegre, que virão ministrar aulas de salsa.

Dia 27, a partir das 22h30, quem abrilhantará a noite com uma coreografia é o casal Edson Nunes e Alexandra Kirinus, também vindos de Porto Alegre para ensinar samba e bolero na grade de cursos alternativos. Já no dia 28, às 22h30, além do minishow de outra dupla de “salseros” e professores, Rodrigo Oliveira e Karina Carvalho, de São Paulo, a festa terá a participação da Orquestra Color Tango, de Buenos Aires, que sairá direto do palco do CIC para animar o público. E, no dia 1º, o baile de encerramento do congresso começará às 21h00.

A pulseira de acesso para cada baile custa R$ 20,00. Em todas as noites, haverá serviço de bar fornecido pelo hotel. Não haverá venda de mesas e cadeiras, mas estarão à disposição vinte mesas redondas de oito lugares cada uma, que poderão ser ocupadas de acordo com a ordem de chegada.

ESPETÁCULOS

Pela primeira vez no evento, haverá três espetáculos de gala – todos agendados para 21h00, no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC). Um será estreado no dia 25, após a solenidade de abertura marcada para 20h30. Com cerca de uma hora de duração, “Origem – Espetáculo de Tango” é a segunda produção criada e dirigida pelo coordenador do congresso, Fabiano Silveira. Catorze bailarinos de sua companhia de dança mostrarão a evolução deste ritmo que começou com o batuque africano, foi marginalizado no subúrbio de Buenos Aires, repreendido pelos militares argentinos, até alcançar à era do glamour mundial e cair no gosto da juventude atual por meio do moderno tango eletrônico.

O segundo, “ La Colección – Los Tangos de una Vida”, será apresentado em aproximadamente uma hora, no dia 27, por catorze bailarinos da DNI Tango. A companhia dirigida pelos argentinos Pablo Villarraza e Dana Frígoli, que também ministrarão cursos durante o evento, cria seus espetáculos a partir das experiências individuais de seu elenco. Como resultado, surge um trabalho coletivo chamado tango contemporâneo. Tendo o ritmo portenho como carro-chefe, mas sem a sua rigidez clássica, é uma fusão deste com diferentes gêneros da dança.

Já no dia 28, o “Espetáculo de Gala de Tango” segue o tradicional formato desde o primeiro congresso: cada um dos cinco casais-professores de tango – Osvaldo Zotto e Guillermina Quiroga, Pablo Villarraza e Dana Frígoli, Francisco Forquera e Carolina Bonaventura, Gabriel Angió e Natalia Games, de Buenos Aires, mais Fabiano Silveira e Geovana de Oliveira, de Florianópolis – apresentará duas coreografias, finalizando com mais uma em conjunto. Para esta apresentação, com cerca de 75 minutos, virá especialmente da capital argentina a Orquestra Color Tango, regida pelo maestro Roberto Alvarez.

As poltronas são numeradas e os ingressos para os espetáculos “Origem – Espetáculo de Tango” e “ La Colección – Los Tangos de una Vida” custam R$ 60,00 (inteira). Para o “Espetáculo de Gala de Tango” a entrada é vendida por R$ 80,00 (inteira). Estudantes, idosos acima de 65 anos e quem adquirir o bilhete antecipadamente pagam metade: respectivamente, R$ 30,00 e R$ 40,00. Titulares do Clube do Assinante do jornal “Diário Catarinense”, mais um acompanhante, têm direito a 55% de desconto, portanto, R$ 27,00 e R$ 36,00, na mesma ordem.

PONTOS DE VENDA

Espetáculos

*Studio de Dança Fabiano Silveira – Rua São Jorge, nº 202, atrás do Hippo Supermercado, centro, das 9h00 às 19h00, dias 23, 25, 26 e 27/02. Telefone: (48) 3222-9292. Site: www.fabianosilveira.com <http://www.fabianosilveira.com/> .

*Bilheteria do CIC – Avenida Irineu Bornhausen, nº 5.600, Agronômica, das 13h00 até o horário das sessões, somente nos dias de cada espetáculo. Telefone: (48) 3953-2300.

*Majestic Palace Hotel – Avenida Beira-Mar Norte, nº 2746, centro, das 9h00 às 19h00, de 25 a 28/02. Telefone: (48) 3231-8000.

Bailes

*Studio de Dança Fabiano Silveira – Rua São Jorge, nº 202, atrás do Hippo Supermercado, centro, das 9h00 às 19h00, dias 23, 25, 26 e 27/02. Telefone: (48) 3222-9292. Site: www.fabianosilveira.com <http://www.fabianosilveira.com/> .

*Majestic Palace Hotel – Avenida Beira-Mar Norte, nº 2746, centro, das 9h00 às 19h00, de 25/02 a 01/03. Telefone: (48) 3231-8000.

OS CURSISTAS

Já são 142 alunos confirmados. A maioria é paulista, sendo que grande parte dos 46 inscritos moram em municípios da Grande São Paulo, interior e litoral. A segunda maior representação é catarinense: 35 participantes de Criciúma, Blumenau, Florianópolis, Gaspar, Indaial, Itajaí, Ituporanga, Lages e São José. Na quantidade, os gaúchos seguem em terceiro lugar, com 33 alunos, praticamente todos de Caxias do Sul e Porto Alegre. Atrás deles, vêm cursistas da Bahia, Distrito Federal, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro e Uruguai.

A idade média é de 40 anos, mas o evento é sempre marcado pelo encontro de gerações. A mais nova é uma estudante de São Paulo, que recém-completou 16 anos, e a mais velha é uma aposentada de Caxias do Sul (RS), com 74. As mulheres lideram com 90 inscrições, superando a ala masculina de 52 integrantes. Mas isso não é problema, pois foram selecionados monitores, para trabalhar como bolsistas, garantindo assim que ninguém fique sem par durante as aulas, nas três categorias, nem nos bailes.

Como de praxe, bailarinos, coreógrafos e professores de dança compõem o grupo profissional mais representativo. Mas também participará gente de diversas atividades, como: administrador, advogado, analista de sistemas, analista jurídica, assistente social, astrólogo, auditor, cirurgião-dentista, comerciante, designer, educador físico, empresário, engenheiro civil, engenheiro mecânico, engenheiro têxtil, farmacêutico bioquímica, fazendeiro, fiscal, fotógrafo, funcionário público, médico, militar, oficial de justiça, pedagogo, professor, procurador, promotor de justiça, psicólogo, publicitário, secretária, técnico judiciário, veterinário, etc, além de aposentados e estudantes.

PATROCÍNIOS E APOIOS

O IV Congresso Internacional de Tango é uma realização do Studio de Dança Fabiano Silveira, com patrocínio da Back Serviços de Vigilância e Segurança; Koerich Telecom; Lumis Construtora e Incorporadora; governo federal, por meio da Lei de Incentivo à Cultura; governo de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado de Turismo Cultura e Esporte, Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e Fundo Estadual de Incentivo ao Turismo (Funturismo); e apoio de Lojas Koerich, Associação Cultural Paço da Dança, Realise Consultoria, Assessoria de Projetos e Eventos e Prefeitura Municipal de Florianópolis, por meio da Fundação Cultural de Florianópolis – Franklin Cascaes (FCFFC).

Mais informações: www.fabianosilveira.com <http://www.fabianosilveira.com/> e (48) 3222-9292.

PROFESSORES CONVIDADOS

Osvaldo Zotto e Guillermina Quiroga (Buenos Aires/Argentina)

Osvaldo participou de importantes festivais internacionais e integrou a famosa companhia Tango X2. Em 1999, foi convidado pelo cantor espanhol Julio Iglesias para integrar o elenco de seu espetáculo. Fez turnê pela América Latina, Estados Unidos e Europa, subindo em palcos consagrados, como o Teatro Nacional Chaillot, em Paris, Metropolitan Opera House, em Nova York , Royal Albert Hall, em Londres, Le Sporting Club, em Monte Carlo , e Luna Park, em Buenos Aires. Dançou para autoridades como os presidentes do Egito, El Salvador e Espanha – como também para a sua rainha.

Guillermina ganhou o primeiro Concurso de Tango de Buenos Aires, apenas um ano depois de ter começado a dançar. Desde então, integrou a Tango X2, foi bailarina principal de Mariano Mores’ Orquestra, dançou em turnê nos Estados Unidos e Europa e também ingressou no elenco dos shows de Julio Iglesias. Coreógrafa, trabalhou com os patinadores russos Pasha Gritsuk e Evgeni Platov, que venceram o campeonato mundial em 1997 e a medalha de ouro olímpica em 1998. Criou coreografias do espetáculo “Forever Tango”, que concorreu ao Tony Award, maior prêmio do teatro americano.

Pablo Villarraza e Dana Frígoli (Buenos Aires/Argentina)

Membros do quadro de jovens da Academia Nacional de Tango da Argentina, artistas de formação completa, consolidaram sua trajetória tanto artística, quanto pedagógica em diversas companhias de nível superior. Em 2004, sob direção de Héctor Aure, estrelaram em Buenos Aires o espetáculo “Tango Love and Sex”. Integraram o elenco original do musical “Tanguera” como solistas na temporada 2002/2003. Participaram da montagem do espetáculo “Tangos mirando al Sur” para o Ballet del Mercosur, companhia de Maximiliano Guerra. Estiveram presentes em grandes festivais na Argentina, América Central, Europa e Ásia, como artistas e professores.

Carolina Bonaventura e Francisco Forquera (Buenos Aires/Argentina)

Bailarinos, professores e coreógrafos de formação artística integral, iniciaram carreira há mais de uma década. Conservando o que existe de mais puro no tango, adquiriram uma linguagem corporal que os permite criar, sem perder o tradicional – incorporando elementos de outras disciplinas, que complementam a capacidade interpretativa e docente. Em Mariposita de San Telmo, misto de hotel, butique, estúdio e espaço cultural encravado em tradicional endereço de Buenos Aires, eles desenvolvem sua concepção artística e didática, dirigindo a Mariposita Tango Cia. e o Ballet de Mariposita. Como coreógrafos e diretores, sua companhia já esteve em turnê na Alemanha, Bélgica, Brasil, Caribe, Holanda, Itália e Rússia.

Francisco já participou, como bailarino, dos espetáculos “Tango y Tango” (1996); “Forever Tango” ( 2001 a 2005); “ La Pasión del Tango”, com a Orquestra Filarmônica de Los Angeles, dirigida por Héctor Zaraspe, sendo o primeiro-bailarino (2006); musicais da Broadway, como “Camila”, também no posto de primeiro-bailarino (2000 e 2001); Bienal de Dança, em Lyon (2004); “Tango Dream”, Bali e Miami (2005); TV Good Morning América, Estados Unidos (2003); comercial de TV (2003); Vraison (2003); filme “Destinos Cruzados”, com Harrison Ford (2000); Ballroom Dance Extravaganza, Nova York (2007); e “Tango Buenos Aires”, Arizona (2007). Como mestre e artista, esteve em festivais nas Américas, Europa, Estados Unidos, Canadá e Ásia.

Carolina Bonaventura integrou o elenco de “Tango Venus”, Japão (2004); “Fantasía de Tango”, Suécia (2002); “Fascinación de Tango”, Seul (2002); “Tango Máxima”, junto à Orquesta Sexteto Canyengue, Holanda (2002); “Chanta Cuatro Tango”, Beirute (2000); shows na capital argentina, como “Piazzolla Tango”, “Copes Tango Copes”, “El Querandí”, “ La Tangoteca ”, “Taconeando” e do documentário “Tango, el Espíritu de Argentina”, junto a companhia Tango Metrópolis. Também esteve em festivais na América do Sul, Ásia, Europa e Oceania.

Gabriel Angió e Natalia Games (Buenos Aires/Argentina)

Dançam juntos desde 1991. Estudaram com grandes mestres do tango, como Mingo Pugliese, Antonio Todaro, Pepito Avellaneda, José Vázquez (Lampazo) e Raúl Bravo. No final daquele ano, venceram o concurso municipal “Hugo del Carril”, sendo convidados para se apresentar no salões populares mais representativos – Sunderland, Akarense, Club Almagro, Salón Canning, Mariano Acosta, Glorias Argentinas, etc. Em 1992, ingressaram na companhia Tango X2, participando de três espetáculos, durante cinco anos: “Homenaje a Gardel”, “Perfumes de Tango” e “Una Noche de Tango”. Já foram aplaudidos nos Estados Unidos, Europa, Japão, Hong Kong, México, Canadá, Austrália e Rússia.

Desde 1997, como dupla, participam dos festivais de tango mais importantes de Europa, Estados Unidos, Israel e Turquia. Em 2000, foram convidados pela Orquesta Filarmônica de Pais de la Loire para se apresentar em vários concertos dentro da França, Dois anos depois, dançaram no Teatro Colón, na capital argentina, em homenagem a Carmencita Calderón, e no Classic Open Air, em Berlim, acompanhados pela Deutches Filmorchester Babelsberg. Em 2003, realizaram uma demonstração para dez mil pessoas no World Dance Festival in Tokyo, Japão, e para o consagrado bailarino Mikhail Baryshnikov, na Universidade de Yale, EUA. Com sua companhia de dança Plan B, estrearam vários espetáculos. Como professores, ministram cursos na Argentina e Europa.

Fabiano Silveira e Geovana de Oliveira (Florianópolis/SC)

Única dupla de professores de tango não argentina, Fabiano Silveira e Geovana de Oliveira são naturais de Florianópolis. Professores, bailarinos e coreógrafos, destacaram-se em mostras e festivais de tango no Brasil e na Argentina. Em 2003, notabilizou-se pela produção e direção do espetáculo “Florianópolis – Menina de Ouro e Luz”, tendo como ponto de partida a música de um tango composta em homenagem à Ilha de Santa Catarina, em 1945. Em 2007, estiveram na Europa para ministrar cursos, apresentações e divulgar o congresso.

Edson Nunes e Alexandra Kirinus (Porto Alegre/RS)

O carioca Edson Nunes iniciou sua carreira de dançarino na academia de dança Chiquinha Gonzaga, atual Jaime Arôxa. Com formação em artes cênicas pelas escolas O Tablado, Faculdade da Cidade e UniRio, transferiu-se para Florianópolis, onde viveu por quinze anos. Desenvolveu metodologia própria junto com a mulher, a catarinense Alexandra Kirinus, formada em educação física pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e pesquisadora das danças de salão e suas origens.

Além de diversas montagens de espetáculos, o casal participou de festivais nacionais e internacionais como competidores, professores e jurados. O Centro de Dança Edson Nunes, fundado em 1991, na Capital catarinense, é conseqüência desta bem sucedida parceria. Em 2004, partiram para uma turnê na Ásia, dançando a bordo de um navio de cruzeiros por sete meses. Ao retornar para o Brasil, a dupla foi convidada por empresários gaúchos para se associarem a um projeto em Porto Alegre , onde atualmente comandam a Casa de Dança.

Rodrigo Oliveira e Karina Carvalho (São Paulo/SP)

Rodrigo estuda dança de salão desde 2001 e se dedica à salsa desde 2004, quando foi campeão da Primeira Maratona de Salsa do Brasil, realizada em São Paulo. Foi show time no congresso mundial do Brasil, em 2004 e 2005, pela Cia. Terra, escola onde foi professor. Campeão do Brasil Salsa Open 2005 e vice-campeão em 2006, foi show time no congresso internacional de salsa na Argentina em 2005 e ministrou workshop de salsa em varias cidades do Brasil. Em 2006, foi show time e ministrou workshop no Bailalo, em Mar Del Plata , Argentina. Atuou como instrutor no I BSB Salsa de Brasília e no IV Congresso de Salsa do Brasil, em São Paulo.

Karina começou seus estudos em 1993. Participou de vários encontros e congressos e se dedica mais profundamente à salsa desde 2002, quando foi show time no Congresso Nacional de Salsa. Em 2003, foi show time no I Congresso Mundial de Salsa do Brasil. Em 2004, apresentou-se na Argentina e Japão, com a Cia. Latin Dance Carnival. No ano seguinte, foi professora oficial e show time do III Congresso Mundial de Salsa do Brasil e no Congresso Internacional de Salsa de Buenos Aires. Recentemente, foi show time e ministrou workshop no Bailalo, em Mar del Plata, Argentina. Tem ensinado dança de salão em várias cidades do Brasil e salsa casal e estilo para ladies, regularmente, no Centro de Danças Jaime Arôxa-SP, onde é professora há dez anos. Foi campeã do Brasil Salsa Open 2005 e vice-campeã em 2006.

Alexandre e Tracy (Porto Alegre/RS)

Trabalham juntos desde 1998, em shows, eventos e aulas. Professores do Congresso Mundial de Salsa de São Paulo, desde 2003, do II Congresso Internacional de Danças Brasileiras e do Congresso Mundial de Samba 2008. Fizeram cursos no Brasil com Carlinhos de Jesus, Jimmy de Oliveira (RJ – samba), Rodrigo Delano (zouk), entre outros, e ainda na Colômbia e Argentina. Fundadores da Cia. de Danças Alexandre e Tracy, mantêm seu centro de danças, onde ministram aulas salsa, samba, tango, zouk e outros ritmos. São os organizadores da Maratona Salsera de Porto Alegre e do Encontro Gaúcho de Dança de Salão Porto Alegre a Dois.

spot_img