13.9 C
fpolis
quinta-feira, maio 19, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Mutirão de Educação Ambiental é suspenso

spot_img

Mutirão de Educação Ambiental é suspenso

spot_imgspot_img

O Mutirão de Educação Ambiental previsto para a próxima sexta-feira (13/08) foi suspenso. Desenvolvido por FloripAmanhã, Comcap e Nosso Lixo, o projeto Recicla Bem Floripa – Centro previa uma ação de conscientização dos lojistas do Mercado Público e Camelódromo sobre a importância da reciclagem.

O grupo articulador da iniciativa resolveu suspender depois da conversa com o administrador do camelódromo da capital, Zezinho, que salientou que os comerciantes estão “sem clima” devido a recente fiscalização federal no camelódromo, com apreensão de mercadorias. “Mas, dentro de 15 dias já devemos ter possibilidade de trabalhar com aquele pessoal novamente”, diz Joseane Rosa, da COMCAP, integrante do grupo, que tem reunião marcada para sexta-feira (13/08), 15 h, para definir nova estratégia.

A ideia é ter equipe das três instituições para percorrer os boxes dos dois locais conversando com os lojistas sobre a melhor maneira de se fazer a separação dos resíduos, o horário e o modo mais adequado de disposição do material para a coleta.

Os lojistas receberão material informativo produzido com o apoio da Propague, agência de propaganda parceira da FloripAmanhã.
Em Florianópolis ainda é muito pequeno o percentual do lixo destinado à reciclagem. Apenas 6% do total de resíduos sólidos coletados na cidade vem da coleta seletiva da Comcap. Além disso, muitas vezes a separação do material não é feita adequadamente. Material sujo, por exemplo, não serve e ainda pode contaminar resíduos limpos, impedindo o aproveitamento.

Segundo estudo da Comcap, pela caracterização dos resíduos sólidos produzidos na Capital, 38% correspondem a material seco que poderia ser reciclado, mas que, como não são separados pelo cidadão, seguem para o aterro sanitário. Nesta comparação, o resultado da coleta seletiva corresponde a 15,38% do potencial reciclável. Ou seja, ainda há muito material que poderia ser reciclado sendo desperdiçado e ocupando espaço útil do aterro sanitário.

Com este projeto, a FloripAmanhã e suas entidades parceiras querem reforçar um princípio que não pode ser esquecido pelos cidadãos: é preciso reciclar, e reciclar bem, Floripa!

spot_img