Florianópolis, 16 de julho de 2024

Projeto prevê jardim botânico no Continente

spot_img

Sicoob SC/RS ultrapassa 1,5 milhão de cooperados

O Sicoob SC/RS alcançou em junho 1,5 milhão de...

Vai ter Feira do Rock em Palhoça no final de semana

No mês do rock n’ roll o shopping ViaCatarina...

Com mais de 250 empreendimentos, o Square SC apresenta opção inovadora para as férias da criançada

Empresa Wow Park oferece experiência multissensorial num ambiente inspirador Procurando...

Compartilhe

O deputado federal Paulo Bornhausen (DEM-SC) expôs ao prefeito da Capital, Dário Berger, a idéia de criar uma área de lazer no Continente, onde hoje está o Exército

A ausência de áreas verdes e de lazer é uma reclamação antiga dos moradores da parte continental de Florianópolis. À exceção do Parque de Coqueiros, construído pela comunidade há mais de dez anos, não há locais no Continente para o lazer das famílias. Agora, o terreno ocupado pelo Exército, no Estreito, pode ser transformado em um jardim botânico. A proposta é do deputado federal Paulo Bornhausen (DEM-SC), que já procurou a administração municipal e o Ministério da Defesa com a intenção de viabilizar o projeto.

– Nossa intenção é garantir um espaço de lazer e atividade junto à natureza para os moradores do Continente –disse Bornhausen.

Pela idéia, o terreno onde está instalado o 63° Batalhão de Infantaria do Exército, na Rua General Gaspar Dutra, receberá, além do jardim botânico, uma área de lazer, um terminal urbano de integração com a Ilha e um terminal rodoviário – o Terminal Rita Maria será transferido para o mesmo local.

A proposta terá reflexos positivos no dia a dia dos florianopolitanos. A criação de um terminal urbano de integração no Estreito deve desafogar o trânsito nas pontes, uma vez que os residentes da região poderão usar o ônibus como meio de transporte. Já a mudança da rodoviária para o Continente permitirá a criação de um centro cultural na entrada da Ilha, onde funciona o Terminal Rita Maria.

Em Brasília, Bornhausen apresentou a proposta ao Ministro da Defesa, Nelson Jobim. O deputado consultou Jobim sobre a possibilidade de transferência do Exército para uma área no município de Biguaçu, na Grande Florianópolis. Chegado a um entendimento entre prefeitura e Exército, o parlamentar comprometeu-se em buscar os recursos necessários para o projeto no orçamento da União junto com a bancada federal catarinense.