23.5 C
fpolis
quarta-feira, dezembro 1, 2021
cinesytem

ST Importações: o que é e como funciona o Finimp? Saiba tudo!

spot_imgspot_img

ST Importações: o que é e como funciona o Finimp? Saiba tudo!

spot_img

Com a globalização, a importação está cada vez mais comum no Brasil e isso tem feito com que mais empresas considerem se aventurar no comércio exterior. Porém, frequentemente elas lidam com um desafio comum: o orçamento. Nessa hora, entender como funciona o Finimp é essencial.

Esse processo nada mais é do que uma linha de financiamento focado na importação de produtos. Com as opções do Finimp, uma organização brasileira que deseja importar pode contar com condições de créditos mais atrativas e simplificadas, auxiliando na manutenção de um bom equilíbrio de caixa.

Com as altas importações, não é de se espantar que esse modelo de financiamento – embora ainda pouco explorado – venha ganhando visibilidade entre as empresas nacionais.

Para se ter uma ideia, segundo dados do Ministério da Economia, apenas em junho de 2021, houve um crescimento de 61,5% nas importações, comparado ao mesmo período de 2020, atingindo cerca de US$ 17,73 bilhões.

Quando consideramos o balanço do primeiro semestre do ano, esse desempenho chega a US$ 99,25 bilhões e crescimento de 26,6% em relação ao ano passado.

É inegável que, com o avanço da vacinação em todo o mundo, essa alta nas importações está intimamente ligada à recuperação do mercado.

No entanto, está relacionada também com o restabelecimento das empresas brasileiras e a melhor confiança de investimentos a médio e longo prazos.

Nesse cenário, o Finimp pode ser uma boa opção para não apenas alavancar os negócios, mas também assegurar expansão e crescimento sustentável.

Diante disso, confira abaixo como funciona o Finimp, quais são as taxas envolvidas e os benefícios que promove às organizações.

Como funciona o Finimp?

De maneira mais prática, o Financiamento para Importação concede créditos para empresas brasileiras que desejam adquirir produtos internacionais dos mais variados tipos.

Geralmente, essas negociações são realizadas com exportadores em potencial e que já possuem acordos comerciais bastante expressivos com o Brasil, como é o caso da China, dos Estados Unidos e de países da União Europeia.

Nesses modelos de crédito, uma instituição financeira faz a intermediação dos valores de importação, concedendo à empresa importadora melhores possibilidades, tanto no que concerne às taxas, quanto às próprias características dos acordos, como prazo de pagamento, despesa de toda a importação e condições cambiais.

Quais são as modalidades do Finimp?

Agora que você compreendeu um pouco como funciona o Finimp, confira abaixo algumas modalidades de financiamento.

  • Finimp Direto

financiamento para importação direto é o acordo realizado diretamente com instituições financeiras internacionais. Isso significa que essas intermediadoras fazem o repasse dos valores da transação para o exportador.

Nesse caso, não há incidências de algumas taxas, como o Imposto de Operações Financeiras (IOF), que consiste em um tipo de tributação nacional necessário nas transações financeiras, sejam essas partes apenas nacionais ou internacionais (como o câmbio).

  • Finimp Repasse

Já o Finimp Repasse é feito pela intermediação de uma instituição financeira brasileira, que faz a solicitação de crédito a uma organização internacional.

A maior diferença entre o financiamento para importação direto e o repasse, sem dúvidas, são as obrigações contábeis. Isso porque, no primeiro caso, por exemplo, há a incidência de IR (Imposto de Renda), enquanto no segundo não existe esse tipo de tributação, porém, há taxas de IOF (pois parte das operações financeiras são realizadas nacionalmente).

Quais são as principais linhas de financiamento para importação?

Dentre os principais tipos de crédito que o Finimp oferece, estão:

  • ACC (Adiantamento sobre Contrato de Câmbio)

Esse modelo de crédito consiste no adiantamento de pagamento ao exportador antes mesmo que os produtos sejam enviados ou recebidos no Brasil, pelo importador.

Esse tipo de repasse pode ser realizado no momento em que o acordo é fechado (ainda em fase de produção desses insumos a serem recebidos) ou antes do embarque. Para tal, uma intermediária financeira faz o repasse dos valores ao parceiro internacional.

  • ACE (Adiantamento sobre Cambiais Entregues)

Já o ACE, como o próprio nome sugere, está relacionado com os financiamentos realizados sobre insumos já em fase de importação ou entregues.

Neste caso, ainda é necessária uma intermediária financeira. Porém, esse processo apenas pode ser realizado no prazo de até 60 dias após o embarque dos itens importados.

  • Fechamento de câmbio

Por fim, esse tipo de crédito diz respeito aos financiamentos realizados já na conversão da moeda.

Ou seja, a intermediária é responsável por realizar a compra da moeda estrangeira para repasse ao exportador (geralmente, esse pagamento é feito em euro ou dólar, mas podem existir ressalvas, dependendo do acordo fechado).

Por sua vez, esse processo pode ser realizado tanto de maneira antecipada, quanto à vista ou a prazo. Ideal para empresas que optam pelo Finimp repasse.

Quais são as taxas mais comuns no Finimp?

Além do IOF, muito comum nesse tipo de transação, há taxas de juros de créditos, geralmente praticados no mercado internacional.

Por sua vez, essas taxas dependem de uma série de fatores, como o valor do contrato de importação, CDI (Certificado de Depósito Interbancário) e, até mesmo, o Libor ou Eurolibor (taxas interbancárias de instituições financeiras na Europa).

Qualquer empresa pode solicitar?

Muitas empresas de pequeno e médio porte enxergam a importação como algo impossível de ocorrer, afinal, parece uma transação passível somente às organizações de grande porte ou multinacionais. Porém, não é bem assim.

Qualquer empresa, independentemente do tamanho ou segmento de atuação, pode solicitar um financiamento de importação. No entanto, isso depende de algumas regras.

De maneira geral, a organização em questão precisa possuir um registro de importador junto à Receita Federal, assim como providenciar os documentos obrigatórios de importação (como é o caso do Certificado de origem, romaneio de carga, Fatura Proforma e outros).

Depois do registro, basta pesquisar instituições financeiras, públicas ou privadas, que oferecem linhas de financiamento para importação.

Benefícios do financiamento para importação

Dentre os principais benefícios do Finimp, podemos destacar:

  • Condições atrativas

Como citado, não apenas as taxas de juros são mais atrativas nessa linha de créditos de financiamento, mas também os prazos e condições de pagamentos.

É possível realizar acordos em que o primeiro pagamento, por exemplo, é realizado em até 360 dias, encontrar opções mais vantajosas de tributações (como as possibilidades de fixar o câmbio) e, até mesmo, negociar outros requisitos, de acordo com a instituição financeira.

  • Opções de financiar toda a importação

Outra vantagem do Finimp é a possibilidade de financiar todo o processo de importação.

Isso significa que a empresa importadora pode contar com respaldo para todas as despesas que envolvam esse acordo internacional, como transporte das cargas, logística e, até mesmo, gastos com fornecedores.

  • Melhor controle de caixa

Elencando os tópicos anteriores, ao possuir um processo financiado de importação, é possível manter um melhor controle de caixa e previsibilidade, evitando que surpresas ou gastos não planejados afetem o crescimento dos negócios.

Além disso, essa vantagem se reflete nas próprias instabilidades do mercado internacional, em que as taxas variam de acordo com uma série de fatores econômicos e, quando não previstas, também podem impactar a saúde financeira da empresa.

Estabilidade para crescimento dos negócios

Por fim, o Finimp pode promover ao seu negócio o reforço que precisa para crescer de maneira sustentável, garantindo estabilidade para investimentos internos e adoção de tecnologias mais avançadas.

A inovação é essencial para empresas que desejam ganhar mais espaço no mercado. Ao contar com uma intermediação financeira para importar, é possível ter budget para investir em constante otimização de processos e modernização da operação, garantindo expansão constante dos negócios.

Você precisa de intermediação financeira? A ST Importações pode ajudar!

ST Importações possui mais de 20 anos de experiência no setor de trading e, atualmente, faz parte do Grupo Americanas S.A, com forte atuação nacional e internacional.

Oferecemos aos nossos clientes soluções completas de financiamento para importação, em que os auxiliamos em todos os processos que envolvam os acordos internacionais.

Além de condições atrativas de pagamento, também disponibilizamos o serviço de hedge cambial, que protege os nossos parceiros de variações das moedas estrangeiras e taxas internacionais, garantindo total estabilidade durante todo o financiamento.

Com a nossa solução, a sua empresa conta com:

  • Tecnologia: ferramentas inovadoras que permitem total gestão das suas importações, assim como gerenciamento de todos os processos operacionais, histórico de operações e outros dados relacionados;
  • Infraestrutura internacional: possuímos escritórios em Hong Kong e Shenzhen, na China, com o objetivo de oferecer melhor suporte nos acordos internacionais, além de uma operação robusta e eficiente;
  • Planejamento financeiro: auxiliamos o seu negócio a otimizar custos por meio de uma assessoria jurídica e tributária. Além disso, realizamos todo o planejamento de financiamento de acordo com as suas necessidades e condições de negociação, com prazos flexíveis;
  • Segurança: garantimos segurança em todos os processos de importação, desde o transporte das mercadorias, até a elaboração das documentações necessárias no desembaraço aduaneiro.

Contando com know how e um time técnico experiente com mais de 100 colaboradores espalhados pelo Brasil, podemos ajudar na expansão do seu negócio, garantindo expertise e, consequentemente, melhores condições nos acordos internacionais.

Com isso, a sua empresa ganha em rentabilidade, minimização de gastos, diferencial competitivo e crescimento sustentável no mercado.

Quer saber mais sobre como funciona o Finimp ou outras modalidades de financiamento que a ST Importações oferece? Entre em contato conosco e converse com um de nossos especialistas!

editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img
spot_img