20.8 C
fpolis
segunda-feira, outubro 25, 2021
cinesytem

Trabalhadores da Comcap decidem entrar em estado de greve em Florianópolis

spot_img

Trabalhadores da Comcap decidem entrar em estado de greve em Florianópolis

spot_img

Funcinários da Companhia de Melhoramentos da Capital (COMCAP) decidiram em Assembleia na manhã desta quinta-fera, 25, entrar em estado de greve. De acordo com a Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (Sintrasem) a decisão foi tomada em razão de uma série de reivindicações como falta de condições de trabalho, punições disciplinares e mudanças de horários e locais de trabalho. Os trabalhadores segurem trabalhando normalmente até a próxima terça-feira, 30, quando haverá nova Assembleia para a votação sobre posível deflagração de greve por tempo indeterminado.

A Diretoria da Comcap está reunida para tratar do caso e deve se manifestar apenas no começo da tarde.

Confira o ofício encaminhado pelo sindicato para a diretoria da empresa para justificar o estado de greve.

"-Mudança de local de trabalho dos trabalhadores da limpeza pública para o Cetres – Itacorubi: Solicitamos que não façam as alterações até avaliarmos todos os pontos, apresentar lista dos trabalhadores que moram na Ilha e no Continente. Priorizar a proximidade de moradia para a lotação: Itacorubi; Base Sul; Base Norte; Limpú e Terminais de ônibus (Capoeiras e Jardim Atlântico) desativados. Queremos laudo e projetos das novas instalações que comprovem o atendimento das NRs vigentes.

-Base Sul: Somos contrários a mudança do horário de trabalho para o período vespertino de dois roteiros da coleta convencional, sem que haja a construção da estação de transbordo, sem tal medida haverá oneração da operação.

-Mudança de horário do trabalho noturno das 20h para as 22h: somos contrários em virtude de ser um trabalho extremamente insalubre, penoso e contínuo, ou seja seis dias na semana. Ocasionando diversos problemas de saúde pela inversão da troca do descanso diurno pelo noturno.
-Punição dos motoristas: Os motoristas que não forem comprovados pelo equipamento (tacógrafo) pelo excesso de velocidade não podem ser punidos."

spot_img
spot_img