14.6 C
fpolis
sábado, maio 21, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Zezé di Camargo & Luciano em Florianópolis

spot_img

Zezé di Camargo & Luciano em Florianópolis

spot_imgspot_img

Show beneficente em prol dos atingidos pelas chuvas em Santa Catarina. Além das músicas do mais recente CD, a dupla apresenta hits que marcaram os mais de 16 anos de carreira. Na lista estão sucessos como Mexe Que é Bom, Fera Mansa, Pra Mudar Minha Vida, Tarde Demais, Pior é te Perder, Olha eu Aí, Antes de Voltar Pra Casa, Dois Corações e Uma História, É o Amor, entre outros.

História:
Fã de Tonico e Tinoco, seu Francisco, pai dos cantores, queria ver os filhos fazerem sucesso na música. A dupla formou-se com Mirosmar José, o primogênito da família Camargo, e Emival. Os dois apresentavam-se em circos e rodoviárias e, em 1974, a família foi para Goiânia, sempre em busca de transformar as crianças em músicos. Com a mudança, Camargo e Camarguinho ganhavam a estrada para tocar no interior do país. Numa das viagens, Emival veio a falecer.

Mesmo sem o irmão, Zezé não desistiu da música. Aos 15 anos era o Zé Neto do trio Os Caçulas do Brasil, com o qual chegou a gravar um disco. Em 79 formou parceria com um amigo de Goiânia, dez anos mais velho e remanescente do trio. A carreira de Zazá e Zezé deu origem a três LPs. Quase dez anos depois, Zezé resolveu partir para São Paulo e tentar carreira solo. Algumas de suas canções viraram sucesso nas vozes de Chitãozinho e Xororó e Leandro e Leonardo.

O filho mais velho dos Camargo juntou-se então com o irmão dez anos mais novo, Welson. Com o repertório definido e faltando um dia para a dupla entrar em estúdio, Zezé compôs, de sopetão, É o Amor, que se transformou na música mais pedida em pouco tempo.

Foi em 1991 que eles lançaram o primeiro disco, daí em diante, nos 15 anos de carreira, venderam mais de 22 milhões de CDs. No ano de 2003 ganharam dois prêmios: Academia Brasileira de Letras (como melhor dupla) e o Grammy Latino como melhor álbum de música sertaneja. Em 2004, recebem o Grammy Latino na categoria de melhor álbum de música romântica. O filme biográfico, Dois filhos de Francisco, do diretor Breno SIlveira, levou quase cinco milhões de espectadores aos cinemas.

O 16º disco, intitulado Diferente, traz o hit Diz pro meu olhar, além de participações especiais de Ivete Sangalo (Amor que Fica) , Chico Buarque (Minha História) e Silvinha Araújo (How can I go on). Uma homenagem aos Beatles também é feita.

spot_img