21.9 C
fpolis
quarta-feira, outubro 27, 2021
cinesytem

Cimed/SKY faz festa para entregar camisa 7 para Giba e apresenta equipe aos torcedores

spot_img

Cimed/SKY faz festa para entregar camisa 7 para Giba e apresenta equipe aos torcedores

spot_img

O ginásio Capoeirão, em Florianópolis, foi palco de um grande evento para o primeiro contato do elenco do Cimed/SKY com a torcida, com direito à aparição surpresa da banda Jota Quest

Uma apresentação digna de uma equipe vencedora. Foi assim o primeiro contato da equipe do Cimed/SKY para a temporada 2011/2012 com a torcida de Florianópolis (SC) nesta quinta-feira (21/07). Com muitas luzes, músicas, vídeos e a presença surpresa da banda Jota Quest, mais de dois mil torcedores lotaram o ginásio Capoeirão para recepcionar o elenco que vai defender as cores do clube tetracampeão da Superliga e campeão sul-americano de vôlei e assistir a entrega da camisa 7 para Giba, uma das novidades do time, que fez sua estreia no Cimed/SKY contra o Vivo/Minas.

Para o campeão olímpico e mundial, a repercussão favorável da campanha com mais de 86% para entregar a camisa 7, que sempre pertenceu à torcida numa alusão ao sétimo jogador em quadra, foi uma surpresa agradável. “Queria agradecer a essa torcida maravilhosa por poder jogar com a camisa 7. Agora vamos ter dois números 7, um dentro e o outro fora da quadra. Fiquei muito feliz com a pesquisa ter sido tão positiva”, afirmou.

Giba também falou sobre a pressão que deve ser criada em cima do Cimed/SKY, que terá nomes conhecidos da torcida da equipe, como Bruninho, Éder e João Paulo Tavares, mesclados com contratações de destaque, como Gustavo, Rivaldo e Kaio, entre outros. O ponta disse que isso será normal e que a força dos fãs que costumam lotar o ginásio Capoeirão pode ser um grande diferencial a favor.

“A gente sabe que vai ter uma expectativa grande sobre a gente. Isso sempre vai existir. Vamos estar em um dos melhores campeonatos do mundo. Vai ser difícil, mas empenho e vontade não vão faltar. E ainda teremos essa torcida ao nosso lado. Sei muito bem como é difícil jogar contra eles. Quem bom que agora estou a favor. Eles fazem a diferença”, declarou.

Durante a festa, a torcida pode rever no telão montado na quadra imagens dos quatro títulos da Superliga Masculina de Vôlei e da conquista do Sul-Americano em 2009. “Quero agradecer à essa torcida maravilhosa. Hoje o time faz parte da empresa e da cidade. Todos os anos falam que o time vai sair daqui. Garanto que vai ficar. Não vamos sair daqui porque aqui é a nossa casa. Agora, ainda mais com a chegada da SKY. A parceria com a SKY possui características muitos parecidas com as da Cimed, entre elas o comprometimento e o trabalho diário”, disse João Adibe, presidente do Grupo Cimed.

Para o presidente da SKY, Luiz Eduardo Baptista, o Bap, a parceria com a Cimed começou após sentir a energia em uma das vitórias do time na temporada passada. “Quero dizer de coração que é bom estar aqui. A gente escolheu ficar com o time do Cimed. A gente percebia que todos da equipe tinham paixão e competência. Eu sabia que um dia estaríamos juntos”, comentou.

Com exceção de Éder, Murilo e Renato Russomano, que estão servindo às seleções de novos e miltar, o capitão do Cimed/SKY, Bruninho, recebeu os companheiros de equipe na quadra. Entre luzes, som e imagens, os atletas Rafael, Bernardo Reitz, Bernardo Roese, Léo, Thales, Rivaldo, Renato Felizardo, Badá, Gustavo, João Paulo Tavares e Kaio foram chamados um a um para a quadra. Giba foi o último a entrar, com uma camisa com um ponto de interrogação. Divulgada a pesquisa, o ponta recebeu a camisa 7 do time.

“Eu estava com uma saudade imensa. É um dos dias mais felizes da minha carreira, recebendo tantos jogadores novos”, afirmou Bruno. Os atletas estavam acompanhados pela comissão técnica formada por Kleevansostins Albuquerque (massagista), Matheus Cardoso e Ari Borgonovo (fisioterapeutas), Luis Fernando Funchal (médico), Marcelo Klein (estatístico), Marcelo Garim (supervisor), Renato Bacchi (preparador físico), Douglas Chiarotti e Marcel Matz (auxiliar técnico), além de Marcos Pacheco (técnico).

A presença dos integrantes da banda Jota Quest durante o intervalo do jogo contra o Vivo/Minas, que terminou com 2 sets a 0 para os adversários (23/25 e 23/25), fez o público levantar e os “flashs” das máquinas fotográficas serem disparados. Já na avaliação do técnico Marcos Pacheco, a noite teria sido completa se a vitória tivesse acontecido. “Apesar de ser um jogo-exibição de três sets, nosso objetivo é ganhar sempre. Mas é uma situação completamente diferente, e para o jogo de amanhã com cinco sets, vamos ter de ser bem melhores do que fomos. Temos muito o que evoluir. O Giba chegou hoje de viagem e ainda não treinou com os outros”, afirmou Pacheco.

A Cimed/SKY volta à quadra do ginásio Capoeirão, em Florianópolis (SC), novamente nesta sexta-feira (22/07), às 20h00, para fazer mais um duelo de tetracampeões contra o Vivo/Minas. Os ingressos custarão R$ 10,00 (inteira), com a meia-entrada a R$ 5,00. Os bilhetes serão vendidos a partir das 19h00, no próprio ginásio.

spot_img
spot_img

Leia mais