21.8 C
fpolis
domingo, outubro 24, 2021
cinesytem

Cine Ieda Beck apresenta sessão Aqui Jaz nesta quarta-feira

spot_img

Cine Ieda Beck apresenta sessão Aqui Jaz nesta quarta-feira

spot_img

Dia 27 de julho, quarta-feira, às 20h. Entrada franca.

Filme de Zeca Pires, diretor do Departamento Artístico Cultural (DAC) da UFSC, faz parte da mostra.

Uma sessão de cinema intitulada ?Aqui Jaz? será apresentada no Cineclube Ieda Beck, no dia 27 de julho, quarta-feira, às 20 horas, com entrada franca. A mostra, com cinco filmes, é uma realização da Cinemateca Catarinense, Fundação Franklin Cascaes, Prefeitura Municipal de Florianópolis, Funcine e Travessa Cultural.

O Cine Ieda Beck apelou para o outro lado de lá para mostrar não apenas a faceta sombria e fria, mas também para um pouco deste final mais do que certo de todos nós: a morte! Seja no caso de um travesti à beira da morte que não sabe se será enterrada como homem ou como mulher; ou do bibliotecário que adora freqüentar enterros; ou no caso do ingênuo Estaco que não sabe como proceder para preparar um enterro de pescador… Esta é uma sessão para nos prepararmos para o outro lado de forma… cinematográfica.

Filmes da sessão:

Perto do Mar, de Zeca Pires e José Frazão. (2005/Ficção/21?/SC)

Antes que amanheça o dia, Eustaco precisa tomar uma importante decisão:
cumprir ou não o último desejo de seu único e melhor amigo.

Sapato de Aristeu, de Rene Guerra. (SP, 2008, ficção, 17′)

O corpo de uma travesti morta é preparado por outras travestis para o
velório. A família, após receber o corpo, decide enterrá-lo como homem. Uma
procissão de travestis então se encaminha para o velório para dizer adeus.
Os sapatos são calçados. A morte é apenas uma janela.

Se eu morresse amanhã, de Ricardo Weschenfelder. ( 2009 / Ficção/ 22?)

O homem é um pacato bibliotecário que possui uma estranha observação: ele
visita enterros e se faz passar por conhecido dos mortos. Até que conhece
Marta, uma pesquisadora de literatura com o mesmo interesse mórbido. A
aproximação dos dois pode mudar o rumo de suas vidas.

O Controle dos Zumbis, de Grabriel Marzinotto. ( SP/2009/11?/Ficção)

A família de Pedro não poderia imaginar que existia um zumbi aprisionado
no porão da casa que eles acabaram de comprar. E o que deveria ser um novo
lar vira uma disputa com mortos-vivos, entre rituais de purificação e
humanos em fúria. Agora o dono da casa será aquele que tiver o controle nas
mãos.

Frederico, direção de Luciano Rocha Pereira. (SC/2010/7?/ Ficção)

A animada história de vida e morte do jovem Frederico.

SERVIÇO:

O QUE: Sessão do Cineclube Ieda Beck Aqui Jaz
QUANDO: dia 27 de julho de 2011, quarta-feira, às 20 horas.
ONDE: Cinemateca Catarinense – Instituto Arco-Iris. Travessa Ratclif, 56
(esquina com João Pinto), centro da cidade, Florianópolis-SC
QUANTO: Entrada Franca
CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 12 anos

UMA REALIZAÇÃO: Cinemateca Catarinense, Pref. Municipal de Florianópolis,
Funcine, Travessa Cultural, Fundação Franklin Cascaes.

spot_img
spot_img